Lilypie Second Birthday tickers

Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, fevereiro 20, 2009

Ontem...

Na escola, a sala do João este ano, está a explorar o tema "Alimentação Criativa".
Entre muitas actividades, anda a circular um dossier sobre esse tema que cada menino leva para casa uma semana para que acrescente um trabalho.
No final há-de regressar para que todos vejam o resultado dos seus trabalhos...
Fizemos uma reportagem fotográfica de uma refeição composta por sopa, salmão com puré, espetada de tangerina e banana e no final pipocas.
O João ajudou a temperar o salmão, a fazer as espetadas, etc.
Nas fotografias aparecia a comer na cadeira dele, uma cadeira alta, usada por ele desde bebé na hora das refeições...
Quando chegou ao carro e lhe perguntei se os amigos tinham gostado do trabalho disse que sim, que tinham gostado do urso ( convenci o João a comer salmão depois de ele ver um programa onde os ursos apanhavam salmão no rio e o comiam, na altura expliquei-lhe que era por isso que eram tão fortes e desde aí que come muito bem o salmão... ) e que a partir de agora já não queria comer mais naquela cadeira porque era para bebés....
Ou seja, ontem comeu à mesa, sentado numa cadeira normal com uma almofada por baixo, estava feliz da vida, olhava para mim e sorria com um ar muito importante...
Os vossos filhos ainda comem nessas cadeiras?

Será que gozaram muito com ele na escola por causa da cadeira?... Grrr...

terça-feira, fevereiro 17, 2009

Ontem...

-Mamã, posso ficar aqui a fazer-te companhia?

e tu fazes-me tanta companhia meu amor...

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Perdida…

Ando perdida no meio de tarefas domésticas, carreira profissional e tentar ser uma boa mãe...
Ando a tentar chegar a tudo, a tentar compensar todas as falhas que sinto que neste momento a nossa vida tem...
Se há dias em que me sinto poderosa por conseguir cumprir com a maior parte daquilo a que me proponho, dias há em que acordo cansada, desanimada, sem forças, com vontade de simplesmente deixar de me preocupar e de correr e a sentir que não consigo dar tudo aquilo que o meu João necessita, não consigo ter a paciência nem a disponibilidade que era suposto, tenho falta de paciência, exaspero-me com a sua constante fome de saber mais por que ando sempre com pressa, atrasada e gostava tanto que não tivesse de ser assim...
A minha cabeça anda sempre tão cheia de preocupações, de pensamentos e tarefas a cumprir e muitas vezes culpa, por achar que não consigo corresponder ao que exijo de mim própria ...
Acho que por isso, a capacidade de aqui escrever se esvaiu... A chuva, o frio, os dias cinzentos entraram em mim e deixaram apenas espaço para que a minha alegria se transmita ao meu doce João, para que ele não me sinta diferente mas mesmo assim, às vezes, tenho dúvidas.
As pequenas conquistas que têm povoado a sua vida, guardo-as para nós, tenho pena de não as registar mas não consigo, só espero que o meu pensamento e o meu coração as guarde para sempre...
Sinto que preciso de me organizar melhor, de ir buscar forças não sei já bem onde mas a chegada da Primavera, para mim é sempre sinal de mudança, do renascer da esperança...
Sei que essa chegada ainda está longe mas estes raios de sol animaram-me, abanaram-me um pouco e isso é bom, pois dá-me a sensação que, mais uma vez, vou conseguir dar a volta por cima....
Esta parte de mim que escreve e que se fechou nos últimos tempos faz-me falta, deixa-me incompleta mas este sítio nunca serviu para me forçar a nada, apenas para me dar gozo, para deixar fluir um lado de mim que precisa de deixar escrito aquilo que muitas vezes não consigo falar e por isso simplesmente parei... Espero voltar em breve mas não sei...

segunda-feira, fevereiro 02, 2009

veredicto final....

uma otite em cada ouvido e continuo surda... é lindo não?
já estou a tomar o antibibiótico desde quinta, não devia estar melhor?
o meu chefe fala comigo e gesticula, haja paciência!
O esforço para ouvir as pessoas , especialmente quando está muito barulho deixa-me mesmo de rastos...


As boas notícias são que o João está bem e a comer imenso, a tentar recuperar o peso perdido...
e parece que... o gosto de comer pão depois das refeições está-nos mesmo no sangue....eu já nem ponho pão na mesa para não cair em tentação mas não é que ele me pede?
;)