Lilypie Second Birthday tickers

Lilypie Second Birthday tickers

terça-feira, junho 26, 2007

A páia

- mamã... o pópó a téia num tem num tem... a páia... o popó num tem tem... a paia...
- João, não é popó é carro....
- Carro - responde ele todo contente... e eu toda babada com a sua evolução ignorando o resto da conversa...

Resolvo ir ao quarto ver se a empregada deixou tudo arrumadinho...

e...

o que é que eu vejo?

Um carrinho (pópó) em cima da MINHA cama.... o vaso da minha mini-palmeira recentemente transplantada em cima da MINHA cama... e terra, terra (téia) espalhada pela MINHA cama e na MINHA almofada a imitar a praia (páia)....

o dia em que eu mais gosto de chegar a casa é no dia em que a empregada vem... mas hoje nem sequer cheguei a ver o quarto arrumado... arrumado? loool... já me contentava em ver a minha cama e a minha almofadinha vestidinha de lavado, sem terra... incrível como as nossas exigências mudam de um momento para o outro...

arghhhhh.....
Não tenho nada contra a Jennifer Lopez...

mas esta música mexe comigo... é tão irritante....

arghhh....

Sonho de natal...ou não...

19.20 de um dia 24 de Dezembro...
Estou numa loja algures em Gondomar (que nem conheço) a tentar comprar presentes de Natal para os bebés das minhas amigas... não há nada de jeito, é tudo caríssimo e já não tenho tempo para ir a mais nenhuma loja... e ainda por cima, não me consigo lembrar se falta presente para mais alguém... esforço-me e esforço-me e não me lembro... e a senhora da loja só me mostra roupinhas pequeníssimas que nem a um Nenuco servem...


Acordo com um pontapé do João nas minhas costas...
Ufa... era só um pesadelo...
Foi assim o meu acordar de hoje... Dahhhh!!!

segunda-feira, junho 25, 2007

O S. João

O S. João deste ano foi especial, pois foi o primeiro ano em que o nosso João Ratão saiu para a rua de martelo em punho...
Comprei-lhe um martelo na sexta feira para que ele se fosse familiarizando com o instrumento em questão, coisa que aconteceu mais rápido do que eu imaginava...
Desatou a martelar em tudo, sim, em tudo mesmo...
A partir do momento em que lhe mostrei como se martelava na cabeça, foi o fim da picada... imaginem o que é mudar uma fralda mal cheirosa ao mesmo tempo que vos brindam com marteladas consecutivas e nada meigas na vossa cabeça... sim, sim... é mesmo ouro sobre azul...

Mas vamos à noite...
Depois de umas sardinhas ao jantar, lá nos preparamos e fomos para a baixa do Porto...

A prima M. foi connosco bem como os respectivos papás, era também o seu primeiro S. João...
E ela adorou, portou-se como uma verdadeira princesa que é, sempre a rir e a dar aos bracinhos e às perninhas... se pensam que adormeceu estão muito enganados!!! Ah tripeirinha de gema!!!
Sei que querias vir dançar com a tia e o primo mas ainda és pequenina, para o ano já é outra conversa!!!!

O João, a pouco e pouco foi ficando mais à vontade... As pessoas que passavam davam-lhe uma marteladita na cabeça mas logo prontamente ofereciam a sua em troca para que ele pudesse retribuir...

Fomos para a Avenida dos Aliados onde havia concerto do José Cid...

Na cabanaaaaa......
Junto à praiaaaaa....

Dancei com o meu filho, pois então, que ele nunca me nega um pézinho de dança como certas pessoas... :-P

Dançamos, martelamos e vimos os balões no ar, até vimos um a ser lançado... o João adorou, só não percebia porque se iam embora e gritava a plenos pulmões:

- Bandãooooooo!!!!!

Houve pipocas e algodão doce e alta sessão fotográfica...lololol
mas isso já é outro campeonato...
Ainda vimos um bocadinho do fogo de artifício mas já do parque onde tínhamos estacionado...

No regresso a casa o João adormeceu no carro, de sorriso nos lábios e martelo na mão....
Acho que gostou....

sexta-feira, junho 22, 2007

- João queres pão?
- Não!
- Queres bolacha?
- Não! - e estende a mão....

Dahhh.... é tudo não, tudo não...

Upgrade 2

Carro
Antes - popó
Agora - Carro (vitória muito suada)

Carrinha
Antes - nada
Agora - Carri

quinta-feira, junho 21, 2007

Upgrade

Cão
Antes - baubau
Agora - can

Camião
Antes - Ham
Agora - Mamaíão

João
Antes - Bébé ou manino
Agora - Uão

quarta-feira, junho 20, 2007

Falando sobre livros da minha vida....

A minha querida amiga Sandra R. do fantástico blog LuaDMarfim lançou-me um desafio que prontamente aceitei mas ao qual tive uma certa dificuldade em responder.

Adoro livros, sempre adorei e por isso tive muita dificuldade em te responder...
Desde que o meu filho nasceu que não tenho muito tempo para ler... só consigo ler aos bocadinhos e isso aborrece-me...

Vou falar aqui de uma Trilogia que li há já alguns aninhos e que simplesmente adorei.
Não sei se foram os meus livros preferidos de todos os tempos mas que estão no TOP 10, estão de certeza... qualquer dia tenho de pensar nos outros 7...lolol

Quando comprei o primeiro livro, os outros dois ainda não tinham sido publicados...
Devorei-o completamente e tive de esperar 1 ano até que o segundo saísse... Passou-se o mesmo para o terceiro livro, por isso, pode dizer-se que demorei 3 anos a ler estes livros maravilhos...

Falo da trilogia Sevenwaters, escrita por Juliet Marillier.

Penso que ela consegue unir as histórias de contos de fadas da nossa infância com a cultura celta, fazendo-nos entrar sem que tenhamos de fazer o mais pequeno esforço, num mundo de fantasia e magia...
Tomei a liberdade de copiar o resumo que encontrei no site da Livraria Bertrand www.bertrand.pt.

PRIMEIRO

Filha da Floresta (A)

Passada no crespúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era Lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos. O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e Criaturas Encantadas que deslizam pelos bosques vestidos de cinzento e mantém as armas afiadas.(...)


SEGUNDO

Filho das Sombras (O)

Mais um poderoso romance daquela que já é considerada a sucessora de Marion Zimmer Bradley. História e magia, lenda e amor reúnem-se nesta história que se desenrola no fim da era Celta e que prossegue o relato dos muitos mistérios escondidos nas florestas de Sevenwaters.
Autor: Marillier, Juliet



TERCEIRO

Filha da Profecia (A)

Fainne foi criada numa enseada isolada na costa de Kerry, com uma infância dominada pela solidão. Mas o pai, filho exilado de Sevenwaters, ensina-lhe tudo o que sabe sobre as artes mágicas. Esta existência pacífica será ameaçada em breve, e a vida de Fainne jamais será a mesma, quando a avó, a temida feiticeira Lady Oonagh, se impõe na sua vida. Com a perversidade que a caracteriza, a feiticeira conta a Fainne que tem um legado terrível: o sangue de uma linhagem maldita de feiticeiros e foras-da-lei, incutindo nela um sentimento de ódio profundo e, ao mesmo tempo, a execução de uma tarefa que deixa a jovem aterrorizada. Enviada para Sevenwaters, com objectivo de destruí-la, vai usar todos os seus poderes mágicos, para impedir o cumprimento de uma profecia.

domingo, junho 17, 2007

Como resolver as insónias de um bebé de 2 anos que se levanta da cama e começa a pedir leite às 5 da manhã...

1- 1 biberão de leite
2 - ligar a televisão no canal Porto TV


Período: 5 da manhã até às 6.45...

Programa: imagens filmadas de dentro do metro do Porto ao longo das várias linhas ....



De manhã, perguntamos-lhe...

- João, que viste na televisão hoje à noite?

Resposta : A Linha....


Dahhhh!!!!

sexta-feira, junho 15, 2007

Sabedoria infantil

João...hoje de manhã, correndo pela garagem, acelerando e imitando o som de um carro....

Mamã - Que lindo!!!! O João é um carrinho?
João - Nã, nã.... Manino....
Mamã babada - Ai és um menino? Um menino quê?
João - Dindo... (lindo...)


Menino lindo da mamã....
Começas a perceber as coisas, começas, começas!!!

6 meses

E já passaram 6 meses...
E eu que tive o privilégio de lá estar na hora em que vieste ao Mundo...
De assistir à emoçaõ dos teus papás e dos teus avós e bisavó e tios...
De te ver chegar com olhinhos de chinesinha, embrulhada numa fraldinha com uma ursinha bailarina que te fiz com tanto amor....
De te ver mamar com sofreguidão o teu primeiro leitinho, é uma imagem que nunca há-de sair da minha memória...
Já estás crescida e estás linda....
Ris-te para mim e eu fico toda babada... sei que te ris para todos mas sei que o teu sorriso para a tia Estrelinha é especial, ambas sabemos disso, não é minha linda?
Adoras ver os meninos e meninas brincarem à tua frente, ris-te com a presença deles mesmo que nem te prestem muita atenção...
Adoro ver o João dar-te beijinhos lambuzados na testa... ficam tão fofos os dois, acho que ele gosta de ti, Maía.... zanga-se com a vovó D. quando não te inclui na música dos Parabéns a Você....
O teu cabelinho está a crescer e a tia está ansiosa por poder “fabricar” uns ganchinhos...
Estás a crescer minha pequenina, a despertar para o Mundo... já comes papinha e sopa e frutinha... e agitas os pés e os bracinhos quando ficas entusiasmada com alguma coisa....
Adoro-te, adoro o teu cheirinho, é tão bom... acalma-me.. sempre me acalmou... houve alguns dias em que me aproveitei dele, naqueles almoços a correr em casa dos teus pais, para me animar... para ganhar forças... para voltar ao mundo das contas, dos números com um sorriso nos lábios e o coração mais leve...
Tenho muito orgulho em fazer parte da tua vida e quero ver-te crescer e crescer e ganhar novos mundos... quero que tu e o João Ratão sejam amigos para a vida, que se saibam estimar e proteger...
Parabéns minha querida....

Estranho sentimento

Nunca acreditei nessas coisas de pressentimentos e afins... sempre achei que eram coisas de novelas e livros de histórinhas...
e agora que aconteceu comigo fiquei assim, um bocado, para o abananada...que a nossa ligação é forte, nem duvido, ou não fosse tu parte de mim, o meu maior amor...
senti-me estranha, senti... não sei explicar....
não gostei... mas não sei se foi pelo que senti... se foi por ter razão...

terça-feira, junho 05, 2007

Há sítios que nos dizem mais que outros... se tivesse de escolher o sítio que mais significado tem na minha vida, não hesitava...
O Mosteiro da Serra do Pilar...
Foi lá que há cerca de 12 anos, um jovem rapaz lisboeta mostrou a uma portuense de gema a vista mais bonita que há da sua cidade... uma vista linda, linda... quer de dia, quer de noite... quer em dias de sol e céu aberto como em dias de nuvens e chuva...
Foi lá que te ajoelhaste à minha frente e me pediste que passasse o resto dos meus dias contigo.. foi lá que disse logo que sim, sem dúvidas nem reservas...
Foi lá que nos momentos mais difíceis da nossa relação, naqueles momentos de desepero que a distância que havia entre nós me trazia, consegui ganhar forças para esperar por ti...
Foi lá que no amanhecer de um dos dois dias mais importantes da minha vida fui buscar paz, a paz que necessitava para gozar tudo até ao mais infimo pormenor...
A cidade ainda meia adormecida, relutante em acordar dos seus sonhos mas já tão bela e tão calma, deixou-me falar com a minha estrelinha e acalmou-me o coração... apaziguou-me os medos e a saudade...
Foi lá que ao som de uma música dos Céus, caminhei na tua direcção...
Foi ali, naquele sítio que de mão na mão, vimos duas alianças a serem abençoadas... duas alianças que são o simbolo do nosso amor, da nossa vida...
Parece que foi ontem meu amor... Já passaram 3 anos.
Amo-te muito... Parabéns...

e não é que um pirralho de 2 anos e quase 2 meses já tem opinião sobre o que quer vestir ou calçar?...

hoje de manhã a casa quase vinha abaixo para calçar as belas das sandálias que a mamã comprou com tanto gosto...
Irra!!!!!! Que feitio... não sei a quem é que ele sai assim teimoso...

ontem como era dia de festa, à sobremesa houve gelados...

a mamã comprou Epá para o João e Mini-Magnuns para os papás...

O João mandou-nos comer a nós o Epá e comeu um magnum Clássico inteirinho sózinho, para além da sociedade que já tinha feito com a mamã no Magnum de Amêndoas...

acho que finalmente venceu o medo do frio...

segunda-feira, junho 04, 2007

12 anos de namoro e quase, quase,quase, 3 anos de casamento...
Amo-te mais do que tudo...

sexta-feira, junho 01, 2007

Dia da criança

crianças felizes, com um sorriso nos olhos, amadas, mimadas, adoradas, saudáveis, sem fome nem sede nem doenças...
sem pressas de crescer...
com tempo para saltar, pular e brincar ao faz-de-conta...
com amor de pais, de avós, de tios, de amigos...
crianças que possam ser crianças...

que tudo o resto se esfume... tudo mesmo... e que vá arder no inferno....
De manhã, à ida para o trabalho, numa tentativa de começar o dia com boa disposição, alterno o rádio do carro entre a Antena 3 e a Rádio Comercial...
Ontem, quinta-feira, foi dia de Livro dos Porquês na Antena 3...
A música do genérico, escrita pelo David Fonseca é muito engraçada, como tudo o que ele faz...
E a partir de ontem, ainda mais se tornou... quando começo a ouvir uma vozinha do banco de trás que cantava em crescendo:

Potê, potê,potê?....
POTÊEEEEEE? POTÊEEEEEEE?

Lindo...

Jogo do Sério

O João Ratão já sabe jogar ao Sério... e ontem jogamos...

João - 3 - Mamã - 0

Alguém aguenta aquela carinha laroca a franzir as sobrancelhas para ficar sério??? looool
Eu não....