Lilypie Second Birthday tickers

Lilypie Second Birthday tickers

quarta-feira, maio 30, 2007

parados em mais uma fila de trânsito... (quando chove a malta fica maluca e desata a ter acidentes)

-Mamã.... Anda!!!!! (quem me dera meu filho, quem me dera...)
sentar no bacio é muuuito divertido....
mas tem de ser com a fraldinha.... senão... fico com um risinho muito nervoso e quero pôr-me a milhas...
onde é que já se viu tirar a fralda???
a minha mamã deve estar maluquinha...

isto vai ser complicado, ai vai, vai..

sexta-feira, maio 25, 2007

À hora de almoço fui às compras e vim de lá com duas peças fundamentais para o futuro do João Ratão...lololol
Uma delas foi este livro que podem encontrar aqui...


Adivinhem qual foi a outra?
Estão abertos os treinos do xixi e do cócó...(se alguma vez eu pensei escrever estas palavras num sítio público....loool)

segunda-feira, maio 21, 2007

a festa da J. foi no Sábado...
à quarta é de vez e desta é que fomos mesmo...
havia palhaços...
o João não gostou muito... ficou um pouco amedrontado... talvez por falarem alto, não sei... ainda é pequenino... cada vez que os via agarrava-se com força às minhas pernas...
o resto dos meninos estavam em delírio com as palhaças... de carinhas pintadas com os seus desenhos favoritos, super contentes...A J. estava linda... muito serena como sempre, com aquele brilho nos olhos que tanto gosto...
o João divertiu-se bastante, adorou os balões, especialmente a espada feita de balão que a palhaça lhe ofereceu e que ele aceitou a medo...
quando lhe falo dos palhaços ele aponta para o nariz...lololol...era vermelho... não lhe escapa nada... :-)

sexta-feira, maio 18, 2007

Fecho a porta...
Desço as escadas...
Um aperto, um aperto tão grande que nem consigo chorar...
Voltar à rotina... aos papéis, aos números, aos colegas...
O tempo...
O tempo que não passa....
O tempo dele que estou a perder...
Os sorrisos, os sons, os sonos, os suspiros que me vão passar ao lado...
A revolta com a vida, com o Mundo inteiro, dentro de mim ...
Por não poder mandar tudo para o ar...
O sorriso forçado... as saudades....
A urgência de lhe pegar, de o abraçar, de saber se está zangado, decepcionado... ninguém quer decepcionar os seus filhos... sentimos que os traimos um bocadinho de cada vez que os deixamos nos braços de alguém... ainda que seja nos braços da avó, de uma pessoa muito querida....
Sinto ao mesmo tempo um alívio, por me voltar a sentir pessoa para além de mãe... A sensação de culpa por sentir esse alívio...
Sei que a exclusividade para mim, não é sinónimo de ser melhor mãe, de dar mais...
Sei mesmo que sou melhor mãe assim, tendo vida para além do meu filho ainda que a vida se gira sempre pela procura do seu bem-estar, do seu sorriso, das suas gargalhadas...
Não me agradava nada passar para os restos dos meus dias, o dia inteiro em casa sem sentir ou ter outros interesses... Necessito do equilíbrio que me dá o meu trabalho, o convívio com as outras pessoas...
Talvez me achem má mãe por isso mas é assim que sou...aprendo como pessoa, evoluo, transformo o meu amor por ele todos os dias...
Lembro-e do primeiro dia que o deixei com a minha mãe como se fosse hoje...
Sei que não podia ter ficado em melhores mãos mas o aperto não se ia embora nem por nada...

Hoje revivo esse dia, pelos olhos de alguém muito especial... sei que se seguem ainda algumas semaninhas complicadas... não sei quantificar... acho que nos habituamos, ou melhor dizendo conformamo-nos... e depois há dias melhores e dias piores...

Hoje revivo esse dia pelos olhos de alguém muito especial e não sei porquê, parece que sinto aquele aperto a dobrar... ou melhor, a quadriplicar, por mim, por ele e por elas as duas....

terça-feira, maio 08, 2007

Ontem estive a fazer as continhas, e cheguei à conclusão que o João e a minha prima Ana têm uma diferença de 15 anos entre eles...

E eu e a minha prima Ana temos uma diferença de 14 anos entre nós...

Acho engraçado pois o meu João tem uma verdadeira adoração pela prima...
Ainda que vivamos longe passa a vida a falar nela e quando estão juntos está sempre a chamá-la.. E ela sempre a pedir-me para lhe dar a comida, para lhe mudar a fralda, etc...

E eu olho para ela e vejo-me a mim, há já muitos anos, a pedir à minha tia para lhe fazer as mesmas coisas... e isso, deixa-me embevecida.... muito embevecida....
No Domingo, para ajudar a passar as 2 longas horas que durou o Crisma da minha primocas, fomos comprar uma bola aos chineses para que o João e a Beatriz se entretessem...
E isso fez com que o João acrescentasse uma nova palavra ao seu vocabulário...

Adivinham?

MINHA

Ah pois é... são muito invejosas estas crianças...loool

segunda-feira, maio 07, 2007

O dia da mãe...

Ontem foi dia da mãe...
eu já sou mãe... às vezes nem me acredito!!!

Um dia radioso, com o sol a brilhar quentinho e aconchegante...
Um dia muito feliz, passado em família...

Com o meu João Ratão e o meu marido lindo...
Com a minha mãe...
Com a minha avó...


Com os meus primos, a minha afilhada fofíssima, a minha prima Ana que já não é pequenina mas sim uma linda mulherzinha...
Com as minhas tias, segundas mães, tantas vezes...
Com meu avô postiço, pois nunca conheci os meus avós homens e por isso a vida "emprestou-me" um......
Tantas gerações, tantos afectos misturados...
Tantas boas recordações...
Senti-me tão bem, tão em paz, em harmonia com a vida....
Um belo, belo dia....
Adorei mesmo...

quarta-feira, maio 02, 2007

- o que é o João?

- me-ni-no.

- e a mamã?

- me-ni-na in-da.


babababababa.... (fui eu que ensinei...hihihi!!!)
e não é que a minha máquina de lavar roupa com 6.º sentido deu para entupir com o detergente em pó? Pois é....
Por isso, ontem, aproveitando o feriadinho lá estive a reorganizar os detergentes que costumo ter em cima dela e pus a caixa do pó no chão para dar à minha mãe o que resta.... contente por ser uma dona de casa organizada e empenhada, ausentei-me da cozinha por breves momentos...

quando voltei...

olho para o meu filho, com ar de dono de casa muito orgulhoso da sua organização e empenho que exclama com um sorriso de orelha a orelha:
- Já está!!!!

....

ai estava estava... a gaveta cheia de pó, cheia a transbordar.... e pó, muito pó pelo chão....

Arre, que não se pode fazer nada à frente dele !!!