Lilypie Second Birthday tickers

Lilypie Second Birthday tickers

sexta-feira, dezembro 28, 2007

Obsessão masculina precoce

Pôs as duas mãozinhas no meu peito e disse com um ar super maroto:
-São fofinhas as tuas mamocas...
Eu fiquei a olhar para ele e não consegui conter uma gargalhada...
E depois, andava atrás de mim a rir às gargalhadas e a dizer:
-Quero brincar com as tuas mamocas mamã!!!!

Estou tramada...

quarta-feira, dezembro 26, 2007

Rugas

É oficial!
Comprei o meu primeiro creme anti-rugas para o contorno dos olhos...
Eu sei que é só quando me rio que elas aparecem mas não estou a ir para nova e o seguro morreu de velho...
:(

O nosso Natal

Um Natal bem passado em familia com muita calminha e muita alegria.
Alegria e muita emoção por ver os olhos brilhantes do meu filho ao receber os presentes do Pai Natal!
Como era tradição na minha familia e todos nós nos lembramos tão bem desses momentos, o papá foi esconder-se com o João no quarto para esperar que o Pai Natal deixasse os presentes.
Como o Pai Natal tem muitos meninos para visitar não pode perder muito tempo em cada casa. Antes de se esconder, o João deixou um pratinho junto à sua bota de Natal com bolachas de chocolate e um copo com Bongo para o Pai Natal.
Enquanto eu, a avó e o tatá punhamos os presentes à vista, eu falava altíssimo com o pai Natal e ele ( Tio Carlos) respondia.
O papá diz que o João dizia que queria vir falar com o Pai Natal!!!
Quando chegou à sala, as bolachas estavam comidas, o sumo bebido e junto à bota estava um montão de presentes!!!
Os olhos sorriam e a carinha dele, com aquele ar maravilhado e satisfeito e ao mesmo tempo tímido encheram-me mesmo o coração!
Depois foi abrir os presentes, delirar com as coisas todas e querer brincar com tudo ao mesmo tempo...
Praticamente não tinha dormido sesta, apenas uma meia-hora no carro com o papá mas o meu herói aguentou até às 2.00 da manhã e não se queria deitar, dizia que não tinha sono...
Quando finalmente o convenci, deitei-o na cama com o biberão e como se tinha esquecido do seu ursinho pediu-mo. Fui à sala buscá-lo e quando voltei ao quarto já dormia!
Às 8.30 da manhã já estava no nosso quarto a dizer que queria leitinho, deitou-se mais um pouco connosco e dormiu até as 10.30... levantou-se e foi para a sala (normalmente quer leite e obriga-nos a acordar também, ontem foi sozinho...) brincar e começou a chamar o papá para lhe montar o triciclo do Ruca.
Ontem fomos almoçar à vovó e queria levar todos os presentes e não queria comer nem dormir...
A sesta foi muito rápida, tardia e contra a sua vontade mas já não aguentava mais... Saimos de casa da avó com ele a dormir, nas escadas acordou e perguntou pelos brinquedos.
À noite não queria dormir de novo, adormeceu depois da 00.30 e hoje de manhã acordou todo fresco a perguntar pelos brinquedos de novo!
Eu adorei o Natal , adorei os presentes e adorei a alegria do meu filho que me contagiou completamente !
E agora queria dormir um pouco, ok?

segunda-feira, dezembro 24, 2007

Feliz Natal

Afinal compramos o bacalhau e por sinal já está ao lume...
As músicas de Natal ecoam pela casa e as velas com cheiro a Natal inundam os nossos sentidos...
Compramos biscoitos de chocolate para o Pai Natal e a lua cheia é a garantia que ele não se vai enganar no caminho para nossa casa.
Que o vosso coração se encha de amor, alegria e que por esta noite voltem a ser crianças e acreditem pois eu também acredito!
Até já Pai Natal!

Bom Natal a todos!

sexta-feira, dezembro 21, 2007

Post enjoado

À hora de almoço comprei o último presente...
Não temos ainda bacalhau...
Estou enjoada, sem vontade de pensar em comida...
O João acordou ranhosito!
Isto está complicadito para estes lados...

Ó Pai Natal, olha que tens de nos trazer muitos miminhos, ouviste?

:)

quinta-feira, dezembro 20, 2007

Cuidado com o que desejas...

Conhecem aquela frase" Tem cuidado com o que desejas"?
Pois é...
A verdade é que nestas duas semanas tenho andado muito em baixo pelas mais diversas razões...
Ontem dizia ao meu marido que, apesar de me custar sempre imenso acordar de manhã para enfrentar o trânsito, o stress, etc, são raríssimos os dias em que não tenho mesmo vontade de me levantar, de trabalhar...
Mas confesso que estes últimos dias, especialmente ontem e anteontem a minha vontade de ficar metida dentro da cama o dia todo, sem ter de falar com ninguém era grande, muito grande mesmo...
Ontem de manhã acordei muito enjoada e com uma dor de cabeça grande... durante o dia estava muito down e a partir do meio da tarde comecei a vomitar, sem conseguir aguentar nada no estômago e a ficar cheia de dores no corpo, como se estivese com gripe...
Resultado, hoje tive mesmo de ficar em casa, na cama... dormi praticamente todo o dia pois os comprimidos que tomava para não vomitar provocam-me uma sonolência incrivel...
Neste momento , já me sinto melhor, acho que amanhã vou voltar ao batente... Estou com olheiras até ao queixo mas acho que é de tanto dormir...
Não sei porque fiquei assim, tenho alguns amigos com uma gastro-vírica mas a verdade é que penso que o nosso corpo é sábio e sabe exactamente quando devemos parar ... e eu estava mesmo a precisar de uma paragem...
Ainda me sinto debilitada, tanto fisica como psicologicamente mas sinto que depois de bater no fundo, agora é sempre a subir e estou pronta a retomar o meu lema de vida "O que não me mata fortalece-me!"...

terça-feira, dezembro 18, 2007

Se sou injusta, radical, tendenciosa, parcial?
É provável, é altamente provável.
E jutificável, a meu ver justificável.
Sou fiel a quem me segurou, a quem fez das tripas coração para que nada me faltasse.
Se um dia me vou arrepender?
Não sei, talvez.
Mas neste momento, é assim que penso e estou disposta a lutar até às últimas consequências por quem amo, por quem nunca me abandonou.
Se sofro? Claro que sofro. Como sofro...
Sofro pelo hoje, sofro pelo que passou, pelo que perdi, pelo que nunca mais hei-de ter... Sofro mas de consciência limpa e consciente dos meus actos e das possiveis consequências.
E por isso não me julguem e deixem-me em paz por favor.
Deixem a minha alma limpar-se!

segunda-feira, dezembro 17, 2007

O Presépio

Ontem finalmente fizemos o presépio...
À falta de musgo usamos algodão e foi o João que colocou todas as peças...
O problema é que ele está sempre a fazer festas ao menino Jesus e ainda protesta porque ele está sempre a dormir... não há condições!!!!
:P

O nosso fim-de-semana foi...

muito cansativo mas cheio de coisas boas...
No Sábado fomos à festa de anos na Maria. Ela estava uma verdadeira princesa, de colo em colo, sempre bem disposta, a sorrir, linda!!! A festa estava fantástica, muito cor-de-rosa, como eu gosto...
O João Ratão portou-se muito bem e ficou a gostar do Shrek!!! ;)
Ontem finalizei as compras de Natal e ainda deu tempo para um beijinho rápido mas muito sentido de parabéns à Tia Né (ouviste João? É Né!!!!!) que fez 30 anos, está a ficar uma senhorinha.
Minha querida amiga que este seja o ano das mudanças, dos avanços, da paz, da tranquilidade!
Adoramos-te, obrigada por fazeres parte da nossa vida!

sábado, dezembro 15, 2007

Parabéns Maria

A vida ainda não me deu uma sobrinho de sangue e por isso, escolhi-te a ti, Maria, para que fosses a minha sobrinha do coração.
Escolhi-te sem hesitações no dia em que os teus pais me mostraram o teste que provava que tu, minha pequenina, já tinhas nascido, dentro da tua mamã.
Esperei por ti durante aqueles 9 meses em que a barriga da tua mamã crescia e nós de fora só podíamos imaginar como seria a tua carinha, o teu cabelo, a tua pele, as tuas mãozinhas, o teu sorriso.
No dia em que marcaram a tua vinda ao Mundo, há precisamente um ano, esperei que nascesses... com muita alegria, muita honra por poder fazer parte daquele momento tão especial...
Sabes minha querida que nunca me hei-de esquecer do momento em que te vi pela primeira vez... está gravado dentro de mim, do meu coração como um dos instantes mais maravilhosos e mágicos da minha existência...
Achei-te linda, gordinha, uma verdadeira princesa e apesar de hoje seres a carinha chapada do teu pai, emocionei-me mais ainda quando em ti reconheci os olhos da tua mamã...
O modo sôfrego como encaraste o teu primeiro biberão deram-me a certeza que serias a menina determinada que és hoje...
Sabes bem o que queres e lutas para o alcançares, és linda, inteligente, senhora do teu nariz, meiguinha, simpática e brincalhona.
Já gatinhas para todo o lado e já te pões de pé e quando nós a medo te dizemos para que te sentes tu sorris para nós, marota , consciente da tua vitória.
Hoje faz um ano que entraste fisicamente na minha vida, naquele dia o meu coração transbordava com tanta alegria, emoção e amor que as lágrimas de felicidade teimavam em não me deixar, tal como hoje.
Desejo para ti tudo o que desejo para o meu João Ratão, emociono-me por vos ver crescer juntos.
Prometo-te minha querida que, se me deixares, farei para sempre parte da tua vida.
Amo-te minha sobrinha muito, muito.
Sê feliz!
Parabéns

A tua Tia Estrelinha

quinta-feira, dezembro 13, 2007

Desabafo

Verdadeira semana de merda no trabalho... nunca mais é sexta?

Sono de principe

Ontem o João não dormiu a sesta na avó, depois de ter dormido menos do que é habitual na noite anterior...
Resultado, fui buscá-lo às 18.00.
Meti-o na cadeirinha e apertei-lhe o cinto.
Quando me sentei ao volante já estava a dormir e dormiu até...
...Hoje às 7.25 da manhã...

no meio vesti-lhe o pijama e bebeu um biberão de leite...

nunca até hoje tinha dormido tantas horas seguidas....

terça-feira, dezembro 11, 2007

O nosso fim-de-semana - Parte VII


As termas do Gerês...





O nosso fim-de-semana - Parte VI


O nosso fim-de-semana - Parte V

Nós os dois...

O nosso fim-de-semana - Parte IV

A água é assim...




O nosso fim-de-semana - Parte III

Ficamos alojados em terras do Bouro. A nossa casa tinha lareira e por isso, apesar de fazer muito frio estávamos muito quentinhos... O João adorou ajudar o papá a trazer lenha, que emoção!!!


















Estamos na época das laranjas e por toda a parte aparecia o seu colorido...


















O nosso quarto tinha esta linda vista...


















Esta é a praia fluvial que serve os apartamentos...

O nosso fim-de-semana - Parte II



É lindo não é?

Havemos de voltar, está prometido!!!!

O nosso fim-de-semana - Parte I

Pois é, era suposto passarmos o fim-de-semana dos anos do papá em terras do Minho mas como o nosso João Ratão ficou doentinho, adiamos pra este...
Fomos a Braga, já lá não parava há muitos anos... Tive muita pena porque quando lá chegamos começou a chover muito e não deu para passearmos tanto como desejávamos... mas deu para abrir o apetite para uma visita futura que será para breve...
Algumas imagens que falam por si... :)





Ainda as meias

Ontem comentei com algumas colegas a história do roubo à Comunidade Vida e Paz... e hoje de manhã já recebi mais 2 sacos cheios de meias e um ursinho bem fofo...
Hoje segue a nossa encomenda... pouco mas com muito amor... :)

segunda-feira, dezembro 10, 2007

Fiquei mesmo chocada com esta notícia...

O armazém da Comunidade Vida e Paz onde estavam armazenados os alimentos para a Festa de Natal com os Sem-Abrigo foi assaltado na noite do último sábado, quase anulando os esforços da organização para assegurar as 4500 refeições quentes e 5000 lanches e ceias!

Agora, a uma semana da Festa – que se realiza de 14 a 16 de Dezembro na Cantina 1 da Universidade de Lisboa – precisamos URGENTEMENTE da TUA ajuda!!!


Partilha o teu arroz, o feijão, a massa, as bolachas, ou qualquer outra coisa da lista de necessidades que encontras em www.cvidaepaz.org e entrega ou envia para:
Rua Domingos Bomtempo, 7
1700-142 Alvalade – Lisboa


Felizmente as meias que consegui reunir ainda não tinham sido enviadas... por favor ajudem com o que puderem...

sexta-feira, dezembro 07, 2007

Teste científico

QUE PERSONAGM INFANTIL É VOCÊ?

Eu sou....

LOOOL

por acaso não concordo muito com o resultado do teste mas tenho a certeza que o João Ratão vai ficar muito contente com isto!!!!

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Uma pequena história de Natal

Quando o Menino Jesus nasceu, todas as pessoas e animais e até as árvores sentiram uma imensa alegria.
Do lado de fora do estábulo onde o Menino dormia, estavam três árvores: uma palmeira, uma oliveira e um pequeno pinheirinho.
Todos os dias as pessoas passavam e deixavam presentes ao Menino.
- Nós também Lhe deviamos dar prendas! - disseram as árvores.
- Eu vou dar-lhe a minha folha mais larga - disse a palmeira - quando vier o tempo do calor ele pode abanar-se com ela e sentir-se mais fresco.
Então disse a oliveira : - E eu vou dar-lhe óleo, perfumados óleos poderão ser feitos a partir do meu sangue.
- Mas que lhe poderei dar eu?- Perguntou ansioso o pequeno pinheiro.
- Tu? Os teus ramos são agudos e picam - disseram as outras duas árvores .
-Tu não tens nada para lhe dar !
O pequeno pinheiro estava triste.Pensou muito,muito,em qualquer coisa que pudesse oferecer ao Menino que dormia, qualquer coisa de que oMenino pudesse gostar mas não tinha nada para lhe dar.
Então um anjo, que tinha ouvido a conversa toda , sentiu pena da arvorezinha que não tinha nada para dar ao Menino.
As estrelas estavam a brilhar no céu , então o anjo, muito de mansinho, trouxe-as uma a uma cá para baixo, desde a mais pequeina à mais brilhante e colocou-as nos ramos pontiabgudos do pinheiro.
Dentro do estábulo, o Menino acordou . E olhou para as três árvores do lago de lá da gruta , contra a escuridão do céu.
De repente as folhas escuras do pinheiro brilharam, resplandecentes, porque nelas as estrelas descansavam como se fossem elas.
Que lindo estava o pequeno pinheiro que não tinha nada a oferecer aoMenino...
E o Menino Jesus levantou as mãozinhas, tal como fazem os bebés, e sorriu para as estrelas e para aquela árvore que lhe iluminara a escuridão da noite.
E desde então o pinheiro ficou a ser, para todo o sempre, a Árvore de Natal.

(História tradicional inglesa)

E assim se dá...

...o início da adolescência...
Hoje, como lhe disse que não podia ir ver o boneco de neve da porta do vizinho porque o elevador já tinha chegado, olhou para mim e disse com um ar muito sentido:
-A mamã é chata!!!

quarta-feira, dezembro 05, 2007

Pequeno acidente culinário

Foi um momento muito infeliz para mim mas tem de ficar registado...
Estava o jantar quase, quase pronto... só faltava escorrer o esparguete... e eu escorri-o... e não sei como, caiu todo, todinho em cima da loiça que estava para lavar...argh... que dia o de ontem!!!!

terça-feira, dezembro 04, 2007

Ando bonita, ando!

Ontem ao final da tarde, saía do trabalho apressada para ir rápido para casa e eis que me lembro que à hora de almoço tinha ido comprar uns iogurtes...
Abro o frigorífico, tiro-os, fecho a porta e carrego no comando... do carro... para fechar a porta...
e... a única coisa que estranhei foi o facto do frigorífico não emitir nenhum som...
Ando bonita, ando...

segunda-feira, dezembro 03, 2007

A Casa do Pai Natal (como nós lhe chamamos)

Ontem fomos ver a casa do Pai Natal... Trata-se de uma verdadeira atracção turística na nossa zona... É uma casa de ex-emigrantes nos EUA e é fantástica... A casa é iluminada de cima a baixo, tem presépio, tem árvore de Natal, bonecos de neve, tem tudo o que possam imaginar .. Tudo!!! É um espectáculo! Até tem uma pequena caixa para as cartas para o Pai-Natal...





As fotos estão um nojo mas com tanta luz a máquina até fica maluquinha...lol

A árvore de Natal

Sábado, dia de fazer a árvore de Natal , incompativel com as minhas dores de garganta...
Dah...
Lá a fizemos, confesso que não estava com grande espírito e por isso teria preferido deixar para o dia seguinte pois não gosto destas energias negativas em coisas com tanto significado para mim mas já tinha prometido ao João e não havia nada a fazer...
Ele ajudou-me...lol.. e eu... gosto mesmo muito dele... pois deixou cair as bolas e os enfeites ao chão imensas vezes e eu continuava a sorrir e a gostar dele...lolol.. ( o meu marido bem olhava para mim pelo canto do olho a ver quando é que eu me passava de vez mas não aconteceu!!! Porque eu gosto mesmo muito do meu filho, está visto!)
;)

a foto vai ficar aqui quando eu a inserir, ok? Já está tirada, meio caminho andado!

Teletubbies

Em almoço com alguns colegas falávamos nós dos bonecos preferidos dos nosso filhos...
O João passou por duas grandes fases...
A actual é a Fase do Ruca, como já todos sabem e parece-me mesmo que veio para ficar, não há hipótese... Para ser franca, apesar de muitas vezes refilar e deitar Ruca pelos olhos, dos bonecos todos onde poderia recair a sua fixação este é o que mais agrada pois transmite-lhes alguns ensinamentos válidos para o seu dia-a-dia...
É certo que o Ruca às vezes é mal comportado e tal mas age em conformidade com os meninos da sua idade... Poderia dizer-se que a menina Martins o prefere aos restantes alunos o que não é muito correcto da sua parte mas como diz uma amiga minha se ela preferisse o Luis ou a Clementina, então a série já não se podia chamar Ruca...lol
A primeira grande fixação do João surgiu antes do Ruca e tem uma palavra: Teletubbies...
Isso sim eram bonequinhos completamente irritantes... os sons eram irritantes, os risinhos irritantes, o facto de no mesmo programa repetirem as mesmas cenas era irritante, enfim... mas o João adorava-os e quem éramos nós para o contradizer...
Lembro-me que no Inverno, uma ocasião que ficou doente, durante 2 dias só deu Teletubbies em nossa casa pois mais nada o reconfortava...nem me quero lembrar...
Pois no meu almoço de sexta-feira com os meus colegas, falavamos nós dos bonequinhos preferidos dos nossos filhos e eu falei nos Teletubbies, como eram irritantes, como estava agradecida ao meu filho por tê-los ultrapassado...
Um dos meus colegas disse com um ar muito indignado... Pois é, transmitiam mensagens subliminares, e não é que no meio deles havia um boneco que era gay?...
Eu comecei-me a rir achando que ele estava a dizer uma piada...
Realmente já tinha ouvido essa história mas achava que não passava de um boato idiota mas ele alertou-me que se tratava de um Tubbie (de cor roxa) com nome de rapaz e que andava de carteirinha e etc... eu ri-me pois nunca tinha dado muita importância a essa história... mas ele estava com um ar indignado e de Na-minha-casa-é-que-esses-bonecos-não-entram...Dizia ele: Se tem algum jeito! ...
E de repente fez-se um clique... Ele estava mesmo chateado, achava um ultraje a hipótese de um dos Tubbies ser gay...Estava com um ar enojado...
E eu... ali fiquei a olhar para ele, agora também eu enojada por pensar que neste Mundo pode haver tanta intolerância, tantas vistas curtas...
Não sei se esta teoria é verdadeira ou não mas se não é, devia ser... Para que realmente, através de mensagens subliminares, as crianças aprendam a ser tolerantes, a ver este Mundo sem tantos preconceitos, já que muitas delas, infelizmente, se esperarem pela educação dos paizinhos vão ver o Mundo muito cinzento!
Que nojo!

Amigas virtuais

Saber que uma amiga virtual com a qual não passei mais do que uma tarde mas com quem falo praticamente todos os dias está grávida encheu-me de alegria, mesmo, mesmo...
Isto dito assim parece de gente maluca mas a verdade é que quero muito a estas meninas que fazem assim parte integrante da minha vida...
Bem vistas as coisas, falo muito mais com elas do que com grande parte dos meus amigos... Porquê?
Não sei... Tudo começou com um interesse em comum e transformou-se numa bela amizade, onde não há só trocas de materiais mas também de afectos, de carinhos, de ombros para chorar, de paredes para desabafar, gargalhadas para partilhar!
Adoro-vos..
E a ti, muito especialmente, minha amiga que vais ser mamã de novo toda a sorte do Mundo!

sexta-feira, novembro 30, 2007

32

A tua gargalhada, as nossas conversas, o tricot, as nossas leituras, o silêncio que sempre soubemos partilhar sem desconforto, os teus ovos mexidos de há anos e anos (será que ainda são assim tão bons?), a tua amizade, a minha amizade, é nossa para sempre!
Parabéns Gui!

quarta-feira, novembro 28, 2007

Pedido

Hoje de manhã, quando chegamos à avó, agarrou-se ao meu pescoço e disse:
-Mamã, quéio bincar contigo!

Expliquei-lhe que tinha de ir ganhar tostão mas que à tarde íamos brincar os dois...

A meio da manhã, liguei à minha mãe e falei com ele... normalmente nem quer vir ao telefone mas hoje veio e de novo disse em voz de choro: -Mamã, quéio bincar contigo!

E eu disse-lhe de novo a mesma coisa... mas... bolas... o meu coração está tão apertadinho... bolas... bolas...

terça-feira, novembro 27, 2007

A árvore de Natal gigante

Sábado de tarde fomos à Praça D. João I ver os meninos a patinar na nova pista de gelo, ou lá o que é mas quando lá chegamos havia uma fila brutal para os patins e ninguém no ring...
Valeu pelas músicas de Natal que ecoavam dos altifalantes... O João adorou, adorou tanto que fez o caminho da Praça para a Avenida dos Aliados aos saltinhos e a gritar "Feliz Natal !!!" - não sei onde ele aprendeu isto mas tenho uma forte suspeita que tem algo a ver com aquele menino Ruca... ;)
Pelo caminho víamos toda a gente com balões rosa escuro do Millenium BCP.. Deduzimos que os estivessem a dar porque passou por nós uma senhora que empurrava um carrinho com um bebé e levava 6 balões lá amarrados... este pessoal quando é dado abusam um bocadinho, não?
Quando lá chegamos havia uma fila interminável para os balões o que fez com que não nos metessemos lá, claro!!!
O nosso objectivo era mesmo a árvore de Natal Gigante, penso que a maior da Europa?
O João adorou! (eu confesso que não gostei muito... continuo a preferir um pinheirinho com aspecto mais natural que nem precisa ser verdadeiro nem tão grande, nós temos um pinheiro de plástico e é lindo!)
O espírito de alegria e de fascínio pelo Natal que emanava das crianças era contagiante, sorriam e exclamavam: "Que grande!!! Uau!!!" E nós pais, olhavamo-los enternecidos com a sua alegria e excitação...
Já tinha muitas saudades de andar pelas ruas da minha cidade e sentir este ambiente maravilhoso do Natal que nada tem a ver com filas intermináveis para pagar e depois embrulhar nas lojas, empregados mal-humorados e antipáticos a tratarem com pouca cortesia os clientes, pessoas a tentarem passar à frente nas filas, alheias ao espírito que devia imperar nesta época...
Para mim, isto é o Natal, são as ruas do Porto iluminadas, com músicas de Natal a tocar, o frio que nos faz apertar os casacos e os cachecóis, o cheiro a castanhas, o riso das crianças , o seu êxtase com as luzes, as cores, as imagens do Pai Natal...
O Natal é isso!

Pai sofre...

Enquanto a mamã iniciava uma nova etapa estéctica...lol... depilação a laser... :)
O João e o papá ficaram num cafézinho, numa zona in da cidade do Porto.
Como o pequenote ainda não tinha feito o seu lanche da manhã, o papá ficou incumbido de lhe dar os danoninhos...
Mal acabou de comer, saltou da cadeira e pôs-se de pé...
O papá disse:
-João senta-te se faz favor!
O João respondeu muito alto:
-Papá, não! Quéio fazer cocó...

Fez-se silêncio, ainda mais silêncio naquele lugar onde estavam as pessoas sentadas calmamente a ler os seus jornais e revistas enquanto tomavam um pequeno-almoço tardio...
O papá ficou com um sorrisinho amarelo a olhar para ele... mas... o pior ainda estava para vir...

É que o João, pôs-se de pé para fazer cocó e emitia sons bem alto do género ai-que-isto-está-a-custar-deixa-me-fazer -mais-uma-forcinha...
Quando acabou, o papá levantou-se, pagou e diz que nunca mais volta lá...

Não percebo porquê!!!
LOL

A escolinha

Sábado de manhã fomos conhecer aquela que vai ser a escolinha do João Ratão a partir de Setembro.
Gostei do que vi, inserida num espaço totalmente rural, uma casa antiga totalmente remodelada...
Com muita luz, muito espaço para brincarem e aprenderem...
Apesar de saber que muito me vai custar deixá-lo sozinho, sem nenhum de nós a apaparicá-lo, pareceu-me um sítio acolhedor, onde imagino o meu filho a aprender coisas novas, a desenvolver-se, a crescer...
O João gostou muito, brincou e até fez um desenho... Só torceu o nariz quando lhe disse que depois ia lá ter muitos meninos para brincar com ele...
Acho que queria exclusividade!!! :)

sexta-feira, novembro 23, 2007

Hoje na Ilha das Cores diziam que os meninos não deviam andar sozinhos na rua a não ser quando conheciam muito bem o caminho que iam fazer.
Completavam ainda que, no caso de se perderem, podiam pedir ajuda a um polícia que decerto os ajudaria...
O João estava a ver e sei que registou pois foi logo buscar o carro da Polícia que tem e dizia com um ar maravilhado:"Quéio ser gande!!!"

No outro dia, uma amiga minha ameaçava o filho com um "Olha que vem o polícia!"...
Achei aquilo um bocado tonto nos dias que correm porque da maneira que as coisas estão a última coisa que nós queremos é que um dia, se o nosso filho estiver atrapalhado com alguma situação tenha medo de pedir ajuda a um polícia só porque as mamãs ou papás não pensaram muito bem nos argumentos que usaram para ameaçar os seus filhotes...

No outro dia ouvi na televisão, não me lembro muito bem onde mas fazia todo o sentido, um alerta muito importante para os pais e que consiste no seguinte: treinar os nosso filhos para, no caso de alguém os agarrar ou abordar, fazerem barulho, muito barulho, gritarem, espernearem ...
Tem toda a lógica que alguém com más intenções possa recuar mais facilmente perante uma criança que faz escândalo e não se resigna...
Claro que não é a solução mas pode ajudar e quando o João for um pouco mais crescido hei-de falar com ele sobre isso!

Não gosto muito de pensar nestas coisas mas é o Mundo onde vivemos e não vale enterrar a cabeça na areia!

Um dia muito importante...

Temperatura 5º...

Hoje mostrei ao meu filho como se faz fumo com a boca...

Os olhos dele brilharam e vibrou quando começou a conseguir fazê-lo também...

Haverá melhor maneira de redescobrir o Mundo do que através dos olhos do meu filhote de 31 meses?

quinta-feira, novembro 22, 2007

Há dias tramados...

Ontem ao final da tarde lá fomos comprar uma casaco para o João...
Pensava que o do ano passado dava mas isso era quando as camisolas eram fininhas, com estas não dá...
Levei comigo o João que tinha acabado de acordar de uma sesta tardia, ou seja, acordou de birra e com a constipação e a tosse piores...Mas ficou animado com a ideia de irmos às compras...
No meio de muito choro por não querer experimentar nada, lá conseguimos comprar o casaco (caro como o raio) e lá fomos , ou melhor, lá foi um pouco para os escorregas e tal para ver se se animava...
Ainda demos uma saltada ao Jumbo para comprar pão e fomos ver os peixinhos e cãezinhos e gatinhos e lagartinhos (argh) à loja de animais.
Chegado a casa, birra porque não queria duche queria banho, birra porque não queria sopa, birra porque não queria mais, birra porque queria colo (parou um bocado a ver o jogo), quando acabou fui eu e o papá jantar... birra porque não queria pão, birra porque queria beijinhos, birra porque queria colo.. eu a passar-me mas ao mesmo tempo com pena dele por achar que estava constipadinho, logo aborrecido... o pai a zangar-se com ele por ele ser embirrento e não me dar descanso e eu a tentar defendê-lo... pai zangado com a mãe...
Fomos dormir pois estava cheio de sono... noite inteira a tossir, ou seja, mãe não dormiu nada...
Hoje de manhã acordou muito bem disposto mas foi sol de pouca dura...
Birra porque não queria vestir o casaco novo, birra porque queria colo ao sair de casa e a mamã teve de dar para além de carregar com a mochila da ginástica, mochila do João, carteira, saco com farnel para o almoço. Na garagem birra porque queria guiar e não queria ir atrás...
Na auto-estrada trânsito parado por acidente... chegamos à avó com muito atraso e sem lugar para estacionar e a policia a multar e a rebocar os carros...
Ficou meio a choramingar na avó...
Mãe a caminho do trabalho com ataque de choro...
Chegada ao trabalho e o chefe já cá estava... lindo...
Enxaqueca...
Com pena de mim própria...
Mas isto vai passar...
Ainda bem que nem todos os dias são assim...

Já liguei à minha mãe e ele está bem disposto... ao menos isso...

Do jogo de ontem...

Ai, ai...
Eu - Valha-me Deus...
Ele - Váia Deux...

Eu - Nossa Senhora!
Ele - Noissa Sinhoia!

Eu - Anda lá pá!!!
Ele - Anda lá pá (perfeito!)

Eu - Vamos lá meninos!
Ele - Vamox lá... meninos...

Eu - Ricardo.... não sejas coxo...( eu sei que tinha prometido mas o gajo dá mesmo cabo de mim com aquelas saídas, pá!...)
Ele - Ricádo... não sejas coxo... (upsss...)

Ele - Potugal, potugal!!

No fim...
Quéio ver mais xutebol!!!!!

Estamos no Europeu, sempre à rasca mas estamos lá!

quarta-feira, novembro 21, 2007

Não há mais nada que importe nesta vida!

Mamã pinxesa!
João pinxipe!
Papá rei!


é liiiindoooo!!!!

terça-feira, novembro 20, 2007

Fui à ginástica

Fui à ginástica!
Fui à ginástica!

Tenho de continuar a ir.
Tenho de continuar a ir.

Não me posso baldar.
Não me posso baldar.

Tenho de ter força de vontade.
Tenho de ter força de vontade.

quantas vezes terei de repetir isto para se tornar realidade?

que falta de atitude!!! Dahhh!

segunda-feira, novembro 19, 2007

E já agora...

... não sei se já repararam mas SÓ faltam 35 dias para o Natal!!!!!!
Hohohoho!!!
Já estou a sentir aquele formigueirinho ....

O tempo

Já estamos de volta, com este frio repentino...bolas...
O João está bastante melhor, aliás na sexta entre doses de Brufen dizia que queria ir para o parque! Coitadinho mas depois começava a murchar outra vez... Sábado já estava em grande, é incrivel como eles recuperam!
Passei o santo fim-de-semana em casa, hoje até parece que me soube bem sair de casa de manhã...lol.. as minha colegas olharam para mim como se eu fosse uma tolinha por dizer uma coisas destas... :)
As folhas das árvores estão a dar as últimas, o chão está coberto delas ... Parece que finalmente vamos começar a ver a rua a partir da varanda da nossa casa...lolol
Amanhã o João vai voltar aos collants que hoje pelos vistos tinha as pernas geladas... e eu se calhar também! lolol
E de maneiras que é assim, parece que o Outono foi definitivamente chutado para canto, é o Inverno que está aí!!!
E eu se calhar estou a ficar velhota porque dediquei um post inteiro ao tempo...
;O)

sexta-feira, novembro 16, 2007

Feliz aniversário meu amor

Há dois anos, o João presenteou-te neste dia com o seu primeiro dente...
Este ano a coisa piorou bastante... :(


Trinta e cinco anos é uma bonita idade!!!

Sei que não estás a ter um dia muito bom mas espero que saibas que te amamos muito e que o nosso fim-de-semana no Gerês não foi cancelado, apenas adiado!!!!

Parabéns meu amor, amamos-te muito e o importante mesmo é estarmos juntinhos, juntinhos... Para sempre!

De volta ao Mundo das Otites

À meia-noite acordou a chorar.. um choro sentido, um gemer ininterrupto...
Não respondia a nenhuma das perguntas que lhe fazíamos... se lhe doía alguma coisa, se tinha sonhado, se queria água, se queria leite... só chorava e agarrava-se ao meu colo....
Conseguimos acalmá-lo, pensamos que tinha tido um pesadelo... Deitou-se e adormeceu mas passados breves instantes, começou outra vez a chorar, a gemer...
Peguei-lhe novamente, disse que lhe doía a barriga... achei estranho mas o seu choro era tão desesperado que comecei a ficar mesmo preocupada... Resolvi dar-lhe Ben-U-Ron para ver se as dores lhe passavam... Lá conseguiu sossegar e adormeceu mas de forma sempre muito agitada, com alguns gemidos e muitos pontapés...
Quando o despertador tocou, às 7.00 resolvi que ia deixá-lo dormir mais um pouco e iria um pouco mais tarde para o trabalho mas mal me sentiu levantar começou logo a chorar e disse que queria ir para a sala ver o Ruca, não parava de chorar...~Como estou sempre preocupada com os ouvidos, mais uma vez lhe carreguei no ouvido do tubinho e perguntei se lhe doía. Respondeu-me que aquele não, o outro...ou seja, bolas, bolas, seria outra otite? Estava com febre, por isso dei-lhe Brufen... passado pouco tempo começou logo a ficar bem disposto, chegamos a duvidar das queixas, estava super indecisa em ir ao médico ou não mas como tenho sempre receio das otites lá fomos...
A otite confirmou-se, o médico disse que estava muito mal... Receitou-lhe antibiótico e pronto!!! Cá estamos nós...
Começa o frio começa tudo de novo ....

Agora dorme, o meu valente pequeno principe que se portou como gente grande no médico e no final ainda disse:
-O seor dotô é nosso amigo!!!!

quinta-feira, novembro 15, 2007

Campanha Meia a Meia

Têm andado a tratar disso não é verdade?

Só que se esqueceram de me contactar para me enviarem as meias, não é verdade?

Vamos lá pessoal!

Já viram como custa tão pouco melhorar a vida de algumas pessoas?

O meu mail: estrelasemargaridas@gmail.com

quarta-feira, novembro 14, 2007

Sua Maluca

Ele estava sentadinho na cadeirinha a comer...
Estávamos a ver, mais uma vez, os Fraggles...
E de repente, começa a dar uma música e eu ponho-me a dançar à frente dele...
Ele olha para mim e diz:

-Que tás a fazei sua maúca? Tás a dançai?

Ó meu rico filho, não é que eu seja maluca mas dizem que de pequenino é que se torce o pepino e a mamã quer que tu dances, que dances muito e que percebas o quão divertido e libertador pode ser fazê-lo!!!
Não queremos outro pézinho de chumbo na familia, pois não? (papá, isto não é forçosamente para ti... é apenas uma questão de começares a fazer o gosto ao pézinho e retiro o que disse aqui.. :P)

segunda-feira, novembro 12, 2007

Do fim-de-semana que passou...

... há muita coisa para contar...

Sexta-feira, quando acordei o João Ratão, achei logo que ele estava com uma temperatura estranha, um pouco acima do normal... Tirei-lhe a temperatura e não tinha nada mas fiquei logo com a pulga atrás da orelha... não me costumo enganar nestas coisas, não tenho a pretensão de ser mais infalível que o termómetro mas na realidade fui eu que carreguei este menino durante nove meses e por isso tenho sempre uma palavrinha mais a dizer, não?
Pus a minha mãe de sobreaviso mas durante o dia ele esteve sempre bem disposto, nada de alarmante...
À tarde, quando o fui buscar é que a história já era outra, tinha acabado de acordar e com febre... Pusemos-lhe logo um Ben-U_ron e quando chegamos a casa tomou um longo banho de banheira, com a água bem morninha o que o deixou mais fresco e muito bem disposto...
De madrugada, às 5.00 da manhã acordou novamente com febre, nova dose de remédio acompanhada de leitinho e desenhos animados... Um agradecimento sentido ao Canal Panda cuja emissão a esta hora já está no ar, a criança estava com vontade de ver bonequinhos e se não fosse por eles, tinha de ter ido para a sala onde temos o DVD...
Acordou super bem-disposto, fresco... Acho que isto tudo tem a ver com os dois dentes que lhe estão a nascer, pois até a comer o Joãozito se queixa e anda a comer mal...
Tínhamos sessão de terapia da fala para avaliação...
Ia receosa, apesar de achar que ele está com uma boa linguagem para a idade e sem sinais de falar pelo nariz, estava com receio que fosse mesmo necessário fazer terapia da fala...
O início foi complicado, já sabemos que o João Ratão não é de dar confianças a desconhecidos mas quando a C. começou a chamar avião à mota, aí ele teve de intervir..lolol.. A pouco e pouco foi perdendo a vergonha e lá conseguiu nomear todas as imagens que lhe foram mostradas, excepto a garrafa... que ele chamou de Coca-cola, o que deu origem a um sorriso maroto da C... eu disse que nunca lhe tínhamos dado Coca-cola mas pelo olhar não se acreditou..lolol.. mas é verdade, nunca provou...
Saímos de lá de coração leve, a linguagem do João está óptima para a idade e a C. disse que se não soubesse, nunca diria que o João nasceu com fenda palatina posterior, deu-nos os parabéns e só nos disse para insistirmos nos "Lês" pois é altura de ele aprender a dizê-los, o que já começamos a fazer e com sucesso.. ;)
Voltou a dizer que não existem praticamente casos de irmãos com fenda palatina, ou seja, que acreditam não ser hereditário mas sim consequência de uma data de factores, isolados ou não, tais como falta de ácido fólico, ingestão de drogas, exposição a radiações... e que casos tão ligeiros como o do João não são mesmo frequentes, o mais normal é mesmo fenda palatina acompanhada de lábio leporino...Eu pergunto sempre com esperança que existam dados novos e tenho sempre a mesma resposta mas há uma parte de mim que tem medo, porque tomei o ácido fólico direitinho, com meses de antecedência, não tomei drogas nem bebidas alcoólicas na gravidez toda, aliás deixei de beber mal resolvi engravidar e que eu saiba nunca estive exposta a radiações, a não ser quando fiz uma ressonância magnética ao joelho, meses antes de engravidar...Continuará para sempre a ser uma incógnita na minha vida e um receio que terei de enfrentar quando engravidar...
Durante a tarde demos uma saltada ao Modelo, onde já compramos praticamente todos os brinquedos de Natal...
À noite, tivemos um jantar excelente com os M&M&M...
A M. bebé está linda, de sorriso fácil, super curiosa, já gatinha... adorou o Carro Avarias da Chicco que o João tem, já diz bola e luz... é uma traquina de primeira, nunca está parada, está um doce...linda, linda... deu para matar saudades, tinha andado a semana toda sem sequer pegar nela, com medo de lhe pegar a constipação... adorei aquelas horas, está quase a fazer um ano...
Também matei algumas saudades da M. mãe, com a vida corrida que temos, apesar de estarmos juntas todos os dias, nunca dá para nada, é terrivel... se bem que por muitas horas que estejamos juntas, fica sempre tanto por dizer...:)
Ontem tivemos um dia pacato, com castanhas ao lanche, para comemorar o S. Martinho, nem saimos de casa pois o papá tinha trabalho para fazer...
À noite, ainda tivemos a visita da tia R. que o João como sempre adorou...
Foi uma bom fim-de-semana com uma grande vitória na vida do meu João Ratão!!!

Adenda: O jantar de Sábado foi à base de petiscos mas muito reforçado, para compensar os nossos maridões que andaram a carregar com móveis de um lado para o outro e por sinal, um deles ainda fez todos os petiscos, quem diz que os homens não conseguem fazer mais do que uma coisa ao mesmo tempo, é porque não viu a nossa mesa......
Um grande bem haja gajos e desculpem a minha insensibilidade indesculpável por não ter mencionado a vossa tarefa herculeana!
:P

sexta-feira, novembro 09, 2007

Uma noite muito diferente

Ontem, quando cheguei a casa, preparei uma bela travessa com douradas e batatinhas para fazer um assado, já estava no forno há algum tempo, as batatinhas ainda não estavam prontas mas para lá caminhavam...
O João, chegado a casa com uma birra enorme por não ter dormido a sesta durante a tarde só acalmou quando eu lhe pus o dvd do Ruca... estava na penúltima história, o que significava que não tardava nada, eu ia poder disfrutar um pouco da tv...
De repente vai a luz abaixo mas vem logo a seguir... a tv e o dvd ligaram-se sózinhos e eu pus o Ruca de novo... no último episódio, para não ter de gramar com aquilo tudo outra vez...
De novo, foi a luz abaixo mas dessa vez não voltou... o João começou a choramingar, eu lá o encontrei, peguei nele ao colo e toca de começar a acender velas...
O João chorava não com medo do escuro mas porque queria ver o Ruca e tentava acender a televisão e as luzes, quando via que não consegui chorava mais ainda...
Fomos à cozinha ver se o jantar já era comestivel mas ainda não, ou seja, não tínhamos jantar...
Ligo ao meu marido para trazer um frango e fico sem bateria no telemóvel, o telefone de casa também não funcionava...
Vem a luz, ponho o Ruca de novo e mal começa, vai a luz abaixo de novo....
A criança está inconsolável, grita mamãaaaa, quero ver o Ruca e olha para mim como se eu fosse culpada de alguma coisa...
No meio de tanta birra, começa a dizer: Tou a ficái nevoso... eu rio-me, só me dá vontade de rir porque já desisti de lhe tentar explicar que sem luz não há Ruca...
Fui-lhe buscar 2 iogurtes e ele acalmou-se, pensei que a birra devia ser da fome... mal acaba a última colherada começa novamente a gritar pelo Ruca... Depois diz que quer ir dormir... sinto um frio na barriga, para dormir tem de haver leitinho .... Quentinho... pois é... Começa a dizer quéo i domi!!! leitinho!!!
Lembrei-me que os meus vizinhos de cima têm fogão a gás, pego nele ao colo e numa vela e lá vamos escada a cima... os meus vizinhos tardam em abrir a porta pois não me ouviam a bater... tive de os chamar...lá me aqueceram o leite...
Levei-o logo para a cama para lhe dar o leite, não fosse o dito arrefecer e ele mandar-me aquecer-lo como faz tantas vezes... o meu marido entretanto chegou munido de 3 lanternas e jantar...
Deito-me na cama a dar-lhe o leite com uma velinha acesa e o tadinho lá adormece...
Chega a luz...

Que raio de noite...

quinta-feira, novembro 08, 2007

Uma pequena distracção no trânsito

Hoje de manhã, uma pequena distracção no trânsito fez-me passar por uma rua que já há muito não passava...
A rua que vai dar à escola primária onde andei...
Uma rua que inúmeras vezes fiz pela mão da minha avó Ester que, religiosamente me ia levar e buscar...
Lembro-me que à vinda para casa, vinha sempre com as minhas duas amigalhaças a Isabel Cláudia e a Susana Carmen... e connosco as nossas três avós que iam conversando dia a dia e ganhando laços... A vida corria calma nessa altura, sem grandes preocupações e correrias...
Saíamos de casa 15 minutos antes e esse tempo era mais que suficiente para chegarmos antes da hora...
Na 4.ª classe, à ida, comecei a fazer o caminho sózinha com a promessa de só atravessar quando estivesse verde para os peões e de ir com muito juizinho. A minha mãe dava-me uma moeda de 2$50 para eu telefonar para casa do telefone da escola, a dizer que já tinha chegado.

Levávamos a pasta às costas e a lancheira na mão... lembro-me que tinha uma lancheira da Tupperware, meia alaranjada com os sinais de trânsito gravados... lá dentro, um pão com marmelada, ou queijo ou tulicreme e uma maçã... no Inverno, a minha avó ainda me punha uma termos com leite com chocolate bem quente... No início levavamos uma caneca e em fila, à hora do recreio iamos sendo servidos de leite normal... mais tarde apareceram os pacotes de leite com chocolate que eu não gostava pois eram muito doces...

A minha professora chamava-se Fernanda Ventura e era bastante exigente , eu gostava dela... Lembro-me que todas as semanas, na 2.ª classe, havia uma cartolina afixada na parede com os nomes dos alunos que não tinham dado erros no ditado... o meu nome estava lá sempre sem grande esforço... nunca estudei para um ditado...as coisas surgiam naturalmente..lolol... era tão espertinha...
A minha professora dava chapadas na cabeça a quem se portava mal e eu achava aquilo horrivel mas nunca aconteceu comigo...levei uma vez uma reguada porque um colega me chamou , eu virei-me para trás e pumba.. fiquei mortificada, doeu-me horrores, sentia a mão quente e o orgulho muito ferido... quando cheguei a casa, lembro-me que fui para o meu quarto e chorei, pela tremenda injustiça que tinha sofrido...
A ninha professora tinha uma daquelas secretárias antigas de madeira escura, com um armário incorporado de cada lado...
Dentro desses armários existia um paraíso para mim.. livros e mais livros e mais livros... parece que ainda consigo sentir-lhes o cheiro... Li a maior parte das aventuras dos Cinco, a colecção antiga e os Sete e sei lá mais quê, tudo o que ela me dava...
Ela deixava-me levá-los para casa e eu devorava-os literalmente e cuidava deles com todo o carinho... Ainda hoje o faço, talvez venha daí a minha intolerância com dobrares de páginas e etc... Não empresto os meus livros a qualquer um.

No recreio jogávamos ao elástico e ao Bombarqueiro...

Bom barqueiro
bom barqueiro
deixai-me passar
tenho filhos pequeninos
p'ra acabar de criar.
Passará, passará
Mas algum ficará
Se não for o da frente
Há-de ser o de trás...

Às sextas-feiras, de 15 em 15 dias, na 4.ª classe tinhamos jogos florais... fazíamos corridas dentro de sacos, a transportar ovos numa colher de pau, etc.. era a nossa educação física...lolol

Todo o caminho de casa para a escola era repleto de árvores...
No Outono íamos pelos passeios a pisar as folhas e muitas vezes a apanhá-las para os trabalhos da escola, o nosso recreio tinha sempre imensas folhas no chão...
Da Primavera, o que mais me lembro são os jardins das casas cheios de flores e o cheirinho a rosas de Santa Teresinha que ainda hoje adoro...
É incrivel como para sentir esses cheiros, às vezes basta fechar os olhos...

Ainda bem que, hoje de manhã, uma pequena distracção no trânsito me fez passar por uma rua que já há muito não passava, a rua da minha Escola Primária que já não é minha mas há-de ser para sempre...

quarta-feira, novembro 07, 2007

Falta um mês e "picos" para o Natal

Falta um mês e "picos" para o Natal..

Desde o início de Outubro que as lojas começaram a "explorar" o nosso espírito natalício, o que até para mim, tolinha do Natal, é um exagero... parece que desmistifica a coisa e eu não gosto, não gosto mesmo pronto!
Criei então um processo de defesa... cada vez que via alguma coisa de Natal, pensava para comigo que estava tudo doido, que qualquer dia estávamos na praia a combinar um encontro no shopping qualquer para aproveitar as promoções de brinquedos de Natal... o que acaba por não ser descabido, já viram bem o tempo que está? A máxima prevista hoje para o Porto é de 24º... 24º...
Hoje, dia 7 de Novembro vim trabalhar de t'shirt de algodão com uma camisolita das mais fininhas que tenho... casacos nem pensar !
Ontem, à hora de almoço, fui a um hipermercado e dei de caras com mais uma promoção de brinquedos... ao final da tarde, quando cheguei à minha mãe, o João tinha o catálogo de brinquedos da Leopoldina.. e mais uma vez pensei "Lá estão os gajos!"!
E depois dei-me conta que já é Novembro e que afinal, SÓ falta um mês e picos para o Natal...
O que significa que posso começar a soltar o meu espírito natalício...
Que comecem as hostilidades!!!
;)

terça-feira, novembro 06, 2007

Um dentinho novo

Temos dentinho novo à espreita... em cima, do lado direito, bem lá atrás...
Isso explica os inúmeros cocós e assadura inexplicável... já estava a ficar preocupada, com medo que fosse mais uma dessas viroses...quando o João era bebé era assim mas eu achava que agora as coisas iam funcionar de outra maneira...
a dentição do meu crocodilo está a aumentar!!!!
:)

terça-feira, outubro 30, 2007

Campanha Meia a meia

Campanha Meia a Meia
Junta as tuas meias às minhas e torna os dias e noites de Lisboa mais quentes!
Campanha de angariação de meias para os sem abrigo de Lisboa

Equipa B - Volta de 4.º feira
Comunidade Vida e Paz


Trata-se de uma das muitas equipas de rua que colaboram com a Comunidade Vida e Paz no apoio aos Sem-Abrigo de Lisboa durante a noite.

E todas as noites ouvem o mesmo pedido: Têm meias? Têm meias? Têm meias?

Pegaram nestes pedidos e decidiram realizar esta Campanha:

Junta as tuas meias às minhas e torna os dias e as noites de Lisboa mais quentes!


Objectivo – angariar 5000 pares de meias até à noite de Natal!


As meias podem ser novas ou usadas, grandes ou pequenas, coloridas ou não!


Para quem estiver interessado em aquecer os dias e as noites deixe um comment ou envie-me um email para : estrelasemargaridas@gmail.com !


Ontem já juntei as minhas, decidi esperar para acrescentar o que puderem arranjar e depois envio tudo junto!

Muito obrigada pela ajuda e pelas meias!!!!

segunda-feira, outubro 29, 2007

Sem fralda

Hoje de manhã acordou de bom humor...
E consegui pô-lo a fazer xixi e foi sem fralda no carro... sem acidentes... :)
mas com medo, muito medo... :P
o cócó é que é aquela coisa, continua a pedir para pôr fralda para fazer... e a tia A. diz para não pressionarmos que ele é que sabe e nós não pressionamos mas a minha mãe não entende, diz que assim nunca mais... e que nunca viu nada assim...
nós vamos esperando calmamente, sem stresses com uma vozinha lá no fundinho a pensar se não será uma mariquice...

Almofada

Para memória futura:

Almofada=Pufafa

quando o ensino diz correctamente al-mo-fa-da mas depois volta sempre ao mesmo... e eu acho-lhe piada... ;)
e acho que vai sai à mãezinha que sempre que vai para fora vai com a almofadinha atrás... é que o João Ratão, nas suas incursões nocturnas ao nosso quarto já se faz sempre acompanhar pela sua "pufafa"...

Conversa a 2... ou melhor... a 3...

Eu e o marido, numa viagem de carro, a conversarmos...

Eu - Este ano fazes 35 aninhos, podíamos fazer uma festinha... (o meu marido detesta festas de anos, detesta que lhe dê os parabéns mas eu tento sempre...)
Zé - Não!!!
Eu - Porquê? É uma data especial, convidavamos poucas pessoas...
Zé - Não! Sabes que mais? Deitamos cedo o João e...
João - Papá, eu não quero deitái...

quarta-feira, outubro 24, 2007

As nuvens

Peguei-te ao colo para entrarmos para o carro... e como é normal, olhamos os dois para o céu...

Assumi, desde o dia em que nasceste que uma das minhas principais tarefas de mãe, seria ensinar-te a olhar para o céu, para a lua, para as estrelas, para as flores, para o mar, para tudo o que tenho de mais precioso e a dares-lhe valor...
Apesar da manhã cinzenta, o céu voltou a ficar azul, ainda que salpicado por algumas nuvens ...
-Tantas nuvens, tão gandes!- disseste...
E embalado pela inocência estendeste a mão e esticaste-te... olhaste para mim com um ar desapontado e exclamaste:
-Mamã, está longe, não consigo chigái... Apanha po favô!
E eu amei-te ainda mais, por já saberes olhar para lá e por ainda acreditares que tudo é possivel e que sou tão grande e tão forte ao ponto de te poder ir buscar as nuvens...
Senti-me importante, poderosa...
Respondi-te que mesmo eu não conseguia lá chegar, qua as nuvens, tal como a lua estavam tão longe, tão longe, que tínhamos de empilhar milhares e milhares de escadotes para lá chegarmos.... E tu sorriste...
E viemos todo o caminho para casa, a ver como a tola da lua, hoje linda e imponente, se divertia a brincar às escondidas com as nuvens...
Amo-te meu rapaz, fazes-me sonhar...
Obrigada pelo sorriso de hoje....

segunda-feira, outubro 22, 2007

Curtas

O papá ralha com o João e ele responde:
-Então papá? Não digas ixo...

João, desesperado, pedindo ao papá para ver o Ruca, à frente dele, aos saltinhos:
-Papá, quero ver o Ruca, quero ver o Ruca papá.
-Quero ver o Ruca papá, quero ver o Ruca!
...como não estava a resultar:
-Papá, quero ver o Ruca, Lindo!! Quero ver o Ruca , Lindo!

A mamã ralha com o João que se divertia a passar com o triciclo em cima do livro de histórias novo:
- João se fazes isso outra vez levas tau-tau no rabo!
Resposta:
-Ai é?

Hoje de manhã:
-João, quase não bebeste leitinho nenhum...
Resposta:
- Deixa lá, bebo amanhã...

quinta-feira, outubro 18, 2007

O Sonho

Estamos sentados numa espécie de plateia e as luzes estão apagadas... está pouca gente para além de mim e do meu marido.. ao nosso lado vejo a M. e o M...
há uma espécie de écran gigante...
olho para lá e afinal o que estamos a ver é uma ecografia... e na ecografia aparece um bebé que é meu e imediatamente vemos que é um rapaz... e eu exclamo, abraçando-me ao meu marido e apertando-lhe ainda mais a mão... o Duarte, o nosso Duarte....
Seguimos para nossa casa... mas é diferente, é grande, tem jardim, o quarto do João é enorme, dá para fazer quarto de dormir e quarto de brinquedos, à vontade...
O nosso quarto é fantástico e há um roupeiro para mim e outro para o Zé...lolol...
O jardim tem relva e ao fundo, consigo ver uma piscina...
Ao fundo, começo a ouvir uma voz:
-Posso entái? Posso?
Acordo, são 3.15 da madrugada e o meu João está à porta do nosso quarto a pedir para vir para perto de nós... levanto-me, pego nele e meto-o na nossa cama e adormeço, com a mão sobre a perna dele e de coração cheio e sorriso nos lábios...
:)

quarta-feira, outubro 17, 2007

Hora de dormir

O que será melhor?
Dar-lhe o biberão na minha cama, ele adormecer em três tempos e tranferi-lo para a cama dele?

Ou...

Dar-lhe o biberão na cama dele e o gajo estar mais de uma hora às voltas e voltinhas e tenho frio e tenho calor e quero a luz acesa e quero os óculos de sol para dormir e a vóvó D. está a dormir e o tatá e a vovó Lu e etc, etc?
Adormecer eu antes dele, acordando depois super maldisposta... ir eu para a minha cama, despertar e ficar uma hora e meia acordada?
E hoje de manhã o sacana do despertador ter a lata de começar a tocar aquela hora?
Dahh....

terça-feira, outubro 16, 2007

Ainda a parede vermelha...

Já a mudar-lhe o pijama que também estava pintado, resolvi apelar-lhe à consciência:
- João, já pediste desculpa ao papá? Coitadinho teve tanto trabalho a pintar a parede e tu estragaste-a... Já viste?
o meu filho, tentando mudar de conversa e deixar de ser o centro das atenções respondeu-me:
- O papá sujou a roupa com tinta...
e eu, numa de o tentar fazer sentir culpado e com pena do pai respondi:
- Pois, ainda por cima... acho que vou ralhar com o papá...
pensei que era o remate final, o João iria insurgir-se contra tamanha injustiça...e ele respondeu-me com aquela carinha de anjinho:
-Posso bater?

desisto...

A parede vermelha

Temos andado em pinturas...
Pintamos a entrada de casa e o nosso quarto... Mais de uma semana a dormir mal, algumas noites na sala num colchão muito mal amanhado, a casa em pantanas, o caos apoderou-se das nossas vidas...
Domingo foi o dia final... Valeu a pena, o quarto está lindo, lindo e a entrada muito fashion... com uma parede vermelha escura, tão linda que eu passo lá a vida a olhar para ela... ontem, só faltava lavar os tabuleiros e os rolos e arrumar tudo...
O esforço enorme do papá, tinha sido bem recompensado, pois o trabalho estava impecável...


Mas o João achava que faltava ali qualquer coisa... assim, saiu do nosso quarto, passou por dentro do trocador que barrava o caminho para a entrada...


Pegou no rolo com tinta branca e pintou... Parou e olhou... Achou que ainda faltava qualquer coisinha...
Pegou no pincel com tinta castanha e fez o remate final...


Confesso que quando dei conta que ele estava na entrada , lhe perguntei o que estava a fazer e ele me respondeu "Estou a pintái" eu não acreditei, o meu cérebro recusou-se a pensar que aquela afirmação fosse verdadeira...
O papá, mais crédulo ou mais conhecedor das verdadeira potencialidades do nosso diabrete, precipitou-se para a entrada e eu só ouvi um "Eu não acredito"...

Fui lá ter com ele ...
Eu olhei e não acreditei e só me deu para rir... queria ralhar com ele e não conseguia, só me ria...
O papá olhava ora para o João ora para mim e dizia que não percebia como é que me dava vontade de rir, se a ele só lhe dava vontade de chorar... e eu achava que ele tinha razão mas não conseguia mesmo parar... ainda me pus séria e comecei a ralhar com ele mas a meio desmanchei-me a rir e não consegui...
O papá lavou a parede (ena a tinta é mesmo lavável) mas não ficou lá muito bem, voltou a vermelho mas com algumas manchas... vai ter de dar outra demão...
Joãozinho, desta vez superaste-te mesmo filho!!!!

Adenda: sei que gostavam de ver fotos, eu confesso que pensei nisso mas tive medo, muito medo das represálias do papá, ele não estava para brincadeiras...

segunda-feira, outubro 15, 2007

Pipocas

ontem à tarde, durante uma pausa nas pinturas e limpezas, resolvi ver o filme "Cars" com o João Ratão... lembrei-me e fui fazer pipocas... como o papá não estava, pus logo de parte algumas para ele comer quando chegasse a casa...
Depois do jantar, o João chegou à cozinha e deu com a taça das pipocas do papá... pegou nela e eu disse-lhe que aquelas pipocas eram do papá, pois nós já tínhamos comido a nossa parte e o papá não... e ele lá foi com as ditas na mão até à sala... pensei com os meus botões que tinha estado a falar para o boneco mas pronto, o pai decerto não ia levar a mal...
O João, chegou à sala e perguntou ao papá:
-Papá, queres pipocas?
O papá respondeu:
- Não João, não quero...
E o puto respondeu com um ar muito desolado:
- Oh! Papá não quer, vou comer sozinho...

que grande sacrifício, não é meu diabrete?

sexta-feira, outubro 12, 2007

De volta...

A minha ausência das escritas foi uma tentativa de ordenar ideias, de não parecer demasiado negativa, de não me conceder o direito de me sentir uma desgraçadinha, ou coisa do género... detesto e sou mais forte que isso...
Lidar com a adversidade não é muito fácil, a velocidade com que nos levantamos e reagimos dando a volta por cima, ou apenas reconhecendo a nossa impotência, é inversamente proporcional às vezes que caimos......pelo menos para mim é, cada vez me sinto mais frágil e com menos capacidade de encaixe... cada vez mais dou por mim a pensar porquê comigo, porquê eu? a força com que nos levantamos depois já é diferente mas até chegarmos a esse momento as coisas são complicadas.. tenho um lema de vida que é “O que não me mata fortalece-me” mas às vezes é bem dificil ver as coisas dessa maneira... digamos que ainda não estou na fase de me levantar e me sentir fortalecida mas estou a trabalhar para isso com muito afinco...

Valem-me os dois homens maravilhosos da minha vida, o meu marido e o meu filho... eles sim, são os grandes alicerces do meu ser, da minha estabilidade... o olhar para eles, devolve-me a fé no amanhã e no agora...

Olho para ti amor da minha vida, companheiro, amigo, namorado e sinto-me amparada , protegida e sei que te tenho sempre disponivel, no bom e no mau... às vezes sinto que olhas para mim e interpretas alguma da minha tristeza como sendo alguma falha da tua parte mas não... eu é que às vezes me deixo envolver tanto que nem a ti, que depreendo que me entendes com um só olhar, consigo mostrar o que me vai realmente na alma... o amor que te tenho é tanto, a amizade, a gratidão pelo colo que me dás constantemente que às vezes penso que tudo isso pode transbordar apenas do meu olhar mas não é assim... perdoa-me meu amor por às vezes não te saber mostrar tão bem como deveria...

Olho para ti, segundo amor da minha vida que, apareceste depois mas hás-de ser sempre primeiro, por seres parte de mim mas também parte do meu amor pelo teu pai e sinto-me para além de maravilhada, sinto-me extasiada, sem poder acreditar que um dia foste tão pequenino ao ponto de estares aqui dentro... estás tão grande, já temos algumas conversas, já constróis frases, estás a ficar crescido... dou por mim a pensar que estás a deixar de ser um bebé e começo a conseguir olhar para ti como um pequeno rapazinho, rebelde, com uma personalidade vincada mas meigo, tão meigo, meu amor e tão inteligente, tão perspicaz..
Perdoa-me se às vezes não entendo as tuas brincadeiras, sim, porque para ti o mundo é feito de brincadeiras e cada pequeno gesto se transforma numa, num ápice.. Às vezes a pressa e o cansaço são meus inimigos e sinto que não consigo responder sempre da forma que merecias... não devia ficar tão impaciente quando de manhã corres pela cama a fugir de mim, a rir às gargalhadas.. e eu desesperada, só te quero vestir e sair rápido pois só consigo olhar para o relógio e pensar que estamos atrasados, de novo!!! Desculpa por todos esses momentos de meninice que te tiro, amo-te muito meu menino... rapaz... de dois anos e meio... dois anos e meio... bolas... como o tempo passa....

sexta-feira, setembro 28, 2007

Mafalda Veiga e Jõao Pedro Pais: ''Paciência''

Nós vamos, nós vamos, nós vamos... :)

quinta-feira, setembro 27, 2007

saiste do meu colo e eu fiquei a olhar o teu sono, a ouvir o teu respirar, a imaginar o que sonhas... a pensar como és lindo e como a maior dádiva do Mundo é ser tua mãe...
e a pensar que nunca na minha vida te hei-de abandonar, ou deixar de amar, ou pôr os meus desejos à frente dos teus... porque é assim que eu acho que é ser mãe, é amar-te mais do que a mim própria e saber dentro de mim que isso nunca vai mudar...até te posso vir a decepcionar mas nunca por falta de cuidado, nunca por te negligenciar...
Olhei para ti e chorei, chorei como já há muito não chorava...
Chorei pela falta que sentia de colo, de me sentir protegida de todos os males...
Chorei porque o que eu queria mesmo era estar aconchegada no colo de alguém... e não ter de ser mãe de ninguém para além de ti... e não ter de ser a filha que sou, assim perdida no frio, decepcionada, magoada, envergonhada...
Chorei e as lágrimas não me lavaram a alma mas estavam cá dentro presas e precisavam de sair e eu deixei-as, por um só momento, cair...

terça-feira, setembro 25, 2007

Congelador

Conseguimos!!!

Conseguimos!!!

Conseguimos descongelar o congelador...
e já andávamos a tentar para aí há um ano!!!!
e agora finalmente conseguimos...
sinto-me leve, com a sensação de ter cumprido a minha obrigação...

e tenho dentro de mim tenho aquela plena convicção que experimento sempre que acabo de arrumar as gavetas e prometo nunca mais as deixar chegar aquele ponto ou sempre que arquivo todos os papeizinhos do meu escritório e penso que afinal não custa nada fazer aquilo, é só uma questão de não os deixar amontoar...
sinto que agora tudo vai ser diferente...
o maldito congelador nunca mais vai ter vontade própria... somos mais fortes que ele!!!!
conseguimos!!!!

Ajudar

A Associação Portuguesa de Celíacos está a promover a uma Petição dirigida ao Presidente da Assembleia da Republica, para este interceder jundo da DGCI, para que os alimentos sem glúten específicos para os Celíacos sejam equiparados aos medicamentos e possam assim ser incluídos na declaração de IRS na rubrica de despesas de saúde com IVA a 5%.

São necessárias pelo menos 8.000 assinaturas, para que o tema possa se debatido em plenário, incluído no Diário da República e chegar à comunicação social…

Assim, peço a quem me visita que se estiver interessado em participar, aceda ao site da Associação (http://www.celiacos.org.pt/ ), e no fundo da pagina clique em "Assine a petição online da APC".

Gajos

Domingo de manhã...
Finalmente fomo ao IKEA, tentar escolher a mobilia nova do João Ratão que já quase bate com os pés nas grades da cama...
Acordo o pai que me responde”O que foi?” tipo, porque-raio-é-que-me-estás-a-acordar-a-esta-hora-da-madrugada-de-um-Domingo?... (eram 8.00, não era assim tão cedo) e de repente, num momento de lucidez passageira responde com um ar surpreendentemente decepcionado”Ah, o IKEA”
Lá se levantou e foi tomar banho... ao sair da casa-de-banho, já eu estava a arranjar o João Ratão... e diz-lhe com um ar muito bem-disposto: “João, estás preparado para apanhar seca?”
Pensei que o meu olhar matador fosse suficiente para o fazer parar mas não foi e ainda voltou a dizê-lo algumas vezes.
Íamos no carro e o João repetia uma e mais outra vez, incessantemente:
“Vamos à seca?”, “Vamos à seca?”, “Vamos à seca?”
E quando lá chegamos, com um ar visivelmente feliz rematou com um
“Já chegamos à seca?”...
O pai ria-se a bandeiras despregadas e eu, sinceramente, não conseguia perceber porquê... Talvez fosse o fuminho que me saia das orelhas que me turvasse a vista...
Gajos!!!!!

A Frase

Sexta-feira passada, ao final da tarde, fomos ao parque infantil...
O João estava bastante animado mas o entusiasmo dos meninos mais velhos em o arrastarem para o escorrega grande, querendo dar-lhe a mão e gritando-lhe ao ouvido coisas como “Não tenhas medo” ou “É divertido” em vez de o encorajarem tornavam-no ansioso... estava lá uma menina, dos seus ¾ anos que era particularmente entusiasta e que levou a peito a tarefa de levar o João Ratão para lá...
Ele olhava para mim com um ar ligeiramente apreensivo querendo gritar” quem é esta doida que em vez de ir à vidinha dela está aqui a dar-me cabo do juizo?”...
A menina chamava-se Rafaela e assim o disse ao João que continuava a chamá-la de menina... a certa altura, vira-se para ele, já nitidamente irritada e grita-lhe” Eu não sou menina, eu sou RA-FA-E-LA!!!!”
Eu lá lhe expliquei que ele ainda é pequenino e que não sabia dizer o nome dela mas que não devia levá-lo mal... ela aceitou e acalmou-se...
A certa altura vira-se para o João e diz-lhe “Anda menino!” e o meu filho, de peito inchado responde” Eu não sou menino, sou FU-ÃO!!!!.....(João dito por ele quando não está devidamente concentrado..lolol)
Ao fim de muito esforço, a Rafaela lá conseguiu que ele subisse com ela em direcção ao escorrega... e o meu filho, vira-se para ela e diz” A mamã....” ao que a menina lhe responde prontamente”A mamã não!!!
E o meu filho com um ar bastante ofendido pela insensatez da sua nova amiga em querer deixar a mamã de fora da brincadeira, disse convictamente a frase mais importante jamais proferida em todos os tempos:

“A mamã é linda!!!!”

Mais palavras para quê?

sexta-feira, setembro 21, 2007

Conversa de surdos

-Joãaaaaaoooooo!!!! Onde estás?
-Tou aqui!
-Onde estás?
-Tou aqui!!!
-Onde?
-Aqui!!
-Onde?
-Aqui!
-Aqui onde?Como se chama?
-João!!!!

quarta-feira, setembro 19, 2007

Eu sou um rapazinho, embora pequenino, tenho muito tino, sou o Ruca...

Antigamente eu suspirava pelo dia em que o João Ratão se sentasse em frente à TV a ver os bonequinhos e ficasse sossegadinho, a dar-me um descanso...
Agora, não quer fazer mais nada senão ver bonequinhos, especialmente o Ruca (o que é bom porque se fosse o Noddy ou os malditos Telettubies, aí eu passava-me de vez).
O rapaz anda obcecado com o Ruca, é Ruca de manhã, Ruca à tarde, Ruca à noite... enfim, temos de lhe dar para trás senão não faz mais nada...
Eu já estou a deitar o Natal pelos cabelos, já vimos o Natal do Ruca praí 100 vezes... e eu que gosto tanto do Natal, até tenho medo de ver o meu espirito natalício abalado... a sério que tenho...
Hoje de manhã nem queria ir sair com o tatá , queria ficar a ver o Ruca pode?

TAC

afinal fazer um TAC à cabeça, não é nada do outro mundo... não se fica fechado num sítio pequeno e com pouco ar (na opinião de uma claustrofóbica assumida que, quando fez uma ressonância teve um ataque de pânico daqueles)
na verdade, aquela porcaria não custa nada a fazer...
soubesse eu disso e não tinha andado para aqui a stressar...
e a fazer filmes de terror...
e tinha dormido melhor esta noite...
e não tinha estado para aqui sem conseguir respirar fundo a manhã toda...
Irra!!!!

Livros de histórias

parece que é desta que vou poder começar a contar historias ao João Ratão...
Até há bem pouco tempo, abria o livro, lia as 3 primeiras palavras e ele já queria virar a página, o que tornava impossivel a tarefa...
Mas ontem conseguimos e a primeira historinha foi a dos Três Porquinhos...
O meu João Ratão, encarnou agora na personagem do lobo mau, pois sopra, sopra e...
...a casa não vai pelo ar mas os perdigotos , à sua maneira, causam algum impacto...lolol...

terça-feira, setembro 18, 2007

ir almoçar a casa faz toda a diferença para quem está a precisar de miminhos...
não estava ninguém mas já estou muito mais bem-disposta, mais aconchegadinha...
hehehe.. eu sou assim fácil de contentar... :-)
se pudesse fazer isto todos os dias...

sábado, setembro 15, 2007

Pano

da minha ida ao Porto, ontem, resultou uma decisão:
quando tiver o meu próximo filho vou comprar uma pano para o carregar... é linda a proximidade criada entre mãe e filho, o aconchego que ele deve sentir, sem contar com o facto de dar grande liberdade de movimentos à mãe...



Vejam mais pormenores aqui: http://www.clubedopano.blogspot.com/

sexta-feira, setembro 14, 2007

Tenho um nó na garganta...
Um nó que apareceu quando falei contigo... já andava há algumas semanas para te telefonar e o tempo foi passando e eu fui adiando.. por falta de cuidado, de tempo.. sei lá... a vida às vezes torna-nos umas bestas desmedidas...
Com o teu simples “Está?” percebi que não estavas bem, nada bem...
Começamos a falar e desabafaste um pouco e eu naquelas poucas palavras senti a tua dor a entrar em mim... pensei como seria se fosse comigo, como raio é que iria aguentar... fiquei com o coração apertado, tão apertado... há dois dias que de noite e de dia não me sais do pensamento... queria poder entrar no teu coração e tirar-te algum peso... sinto-me mal por estar a reagir desta maneira, que direito tenho eu de ficar neste estado se és tu que estás a sofrer desta maneira... que direito tenho eu?
Nem tenho conseguido rezar, começo mas paro logo porque nada disto faz sentido... nada disto é justo, nada mesmo... e eu queria que tudo passasse, que vocês não sofressem minha amiga, que tudo passasse...
Dou-te o meu ombro, a minha mão, o meu silêncio, as minhas palavras, o que quiseres... é só pedires que estou aqui... sempre aqui para ti...
quando de manhã me despeço de uma amiga que vai de férias e me dá vontade de chorar pelas saudades que sei que vou sentir, chego à conclusão que as emoções estão mesmo à flor da pele...
bolas.. detesto andar assim...

quarta-feira, setembro 12, 2007

Porra, porra, porra...
esta vida é uma grandessíssima porra...
minha amiga... eu sei que ainda és muito pequenina...
Porra...

terça-feira, setembro 11, 2007

O pote e a sanita

este post já estava para ser escrito há algum tempo mas o tempo tem passado a voar e eu pouco tenho aqui vindo...
O João começou o seu treino do pote há já algum tempo... antes das férias, estávamos na fase em que cá em casa fazia os seus xixis no pote e na na avó na sanita com redutor ... os cócós continuavam a ser feitos na fralda, sem qualquer tipo de pressão, tal como aconselhado pela tia A.
como é óbvio, ao preparar a mala para as férias, lá arranjei espaço para o pote...no primeiro dia em Agra, dada a confusão que uma chegada a uma casa estranha pode trazer a um bebé de 2 anos, nem insisti... na manhã seguinte, voltei à carga e tirei-lhe a fralda... nada de xixi no pote,
apenas uma sala alagada e nenhum sinal de se importar com isso... ia-lhe perguntando se queria ir para o pote e nada, nem sequer me respondia... assim se passaram 3 semanas inteiras, resolvi não insistir, não stressar...
no dia em que chegamos a casa, depois de todo aquele tempo fora, ao fim de uma hora, o meu filho pediu para fazer xixi... eu incrédula, lá fui buscar o pote e tudo voltou à normalidade... sem stresses e recuos, como eu pensava que ia acontecer... penso que fizemos bem em optar por não o pressionar...
seguiu-se o à vontade para fazer cocó no pote... e nós todos contentes...
no entanto, ao fim de uma semana, em casa continuava no pote, recusava-se a ir à sanita... eu já andava passada com o descarregar e lavar de potes mal-cheirosos...loool
durante um dos milhares de vezes que vi um dos dvd's do Ruca, chegou-me uma ideia que podia levar-nos à etapa seguinte...
criar um sistema de recompensas...
lembrei-me que , juntamente com o Livro do Potinho vinham umas estrelas autocolantes para esse fim e assim começamos...
e resultou em beleza...
nunca mais usamos o pote...
e o tampo da nossa sanita é agora muito mais lindo!!!!!!

Ponham os olhos nestes senhores...

do fim-de-semana

o meu João Ratão, normalmente tímido, especialmente quando vê muita gente, encheu-se de coragem e cumpriu a sua função de menino das alianças na perfeição...
entrou na Igreja meio enganado, com um empurrãozinho do avô e lá foi ele... a segurar no "pratinho" (como eu lhe chamei para ele achar mais engraçado) com muito cuidado (sem as alianças para não haver acidentes)...
durante a missa portou-se relativamente bem, se bem que para o final já dizia: Já tá... lool.
quando foi para entregar as alianças lá foi ele muito direitinho... e só deixou cair uma quando lá chegou...lolol.. mas não se perdeu e isso é que interessa... a madrinha C. ficou toda orgulhosa do seu menino que, contra as minhas expectativas, não a deixou ficar mal... claro que eu e o pai jorrávamos baba...

o meu menino portou-se muito bem o dia todo,correu, saltou, jogou futebol, pintou com aguarelas e brincou com plasticina e ainda pintou a cara... estava tão lindo o meu João Ratão com um nariz preto e uns bigodes enormes... virava-se para nós todo vaidoso, abria a boca e rugia...ai que medo!!!!

sexta-feira, setembro 07, 2007

Novo ano

voltamos à rotina e ela já se começa a instalar depois de uma semana completa de trabalho...
a verdade é que sempre que termino as férias e inicio um novo ano, tenho imensos projectos e tento encarar a vida de uma nova maneira.. na verdade, penso que durante as férias esqueço o cansaço que se acumula em horas de trânsito, horas de trabalho com números e cálculos que nunca terminam... esqueço a vontade que tenho às vezes de, por um só momento, ter uma vida mais calma com menos stress e por isso penso que vou mudar...loool...
No final das férias, uma parte de mim ansiava pelo regresso... não sei o que isso significa, que as férias foram tão más que mais valia estar a trabalhar ou que afinal, e ao contrário do que penso a maior parte das vezes, gosto do meu trabalho, gosto do que faço... não sei, realmente gosto do que faço mas gostava de poder fazê-lo menos horas por dia.. gostava de ter mais tempo para o João para estar menos cansada quando chega ao final do dia e com mais paciência, mais paz...

Penso que ao contrário da maioria das pessoas que no final de Dezembro e a braços com o eminente início de um novo ano, fazem listas infindáveis de coisas que querem mudar na sua vida e que depois acabam por ficar na mesma, eu uso as férias para fazer um balanço do ano que termina para mim, uma vez que continuo a funcionar por anos lectivos...

A minha lista para este ano é pequena mas cheia de conteudo...

Ser mais feliz

Brincar mais com o João

Amar mais

Preocupar-me menos com o que não tem solução

Ser mais positiva

Ser menos séria

Recuperar alguns amigos, cultivar o jardim que deixei ao abandono...

Não ter medo do amanhã ou de não estar a aproveitar bem o aqui e agora...

Fazer tudo isto com muita calma e em passos pequeninos...


Um bom ano!!!

quarta-feira, agosto 22, 2007

Estávamos para ir ao Jardim Zoológico mas...

lugares para estacionar, mentira...
depois de muito custo, paramos no terminal rodoviário onde há um parque...

passadeiras para atravessar de lá para o zoo mentira também... a passadeira mais próxima ficava longe, longe...
esta capital não respeita muito os peões, pois não?

chegamos lá e estava uma fila interminável, completamente desorganizada... um monte de pessoas a monte...

desistimos, havemos de lá voltar numa altura mais calma...
acho que podiam organizar as coisas de outra maneira...

no Oceanário havia uma fila considerável mas as pessoas tinham de passar por um caminho de fitas, como havia na Expo 98 o que ordena as coisas e protege dos xicos-espertos...
um bocadinho de modernidade não faz mal, ajuda..ok?

E hoje voltamos...

... ao Oceanário...




Lindo como sempre, por muitas vezes que voltemos nunca há-de ser demais, a paz que me traz e o brilho nos olhos do João justifica muitos mais regressos...
Também andamos de teleférico e o nosso diabrete adorou...

segunda-feira, agosto 20, 2007

Ontem, 19/08/2007

Vieram cá os primos do Z...
estivemos todos lá fora na conversa enquanto o João disfrutava das brincadeiras ao ar livre só disponiveis numa casa com jardim...
a certa altura, a M. e o B. perguntaram ao João se ele queria ir com eles ao café... o João disse que sim e eu achei o máximo aquele momento de súbita independência do meu primogénito...
lá foi ele todo contente... vim para dentro e quando voltei a sair lá estava ele sentado no banco de trás do carro deles com a M. ao lado e de cinto posto... olhava para o pai e dizia: "Tau!" (tchau) acenando com a mãozinha... como não podia ir assim, o pai transferiu a cadeira dele para o carro dos primos, eu a ver tudo de longe e a pensar que quando o João visse a cadeira ia logo dizer que não... o pai pôs a cadeira e ele subiu para ela e sentou-se.. e voltou a dizer adeus ao pai... e eu a ver de longe, como se fosse um filme...( de terror?)
e eles foram embora.. e eu fiquei para aqui completamente incrédula... o meu menino, o meu bebé, timido que raramente vai ao colo de alguém tinha ido com os primos... confesso que nos primeiros 15/30 minutos.. não conseguia respirar fundo.. custava-me a respirar...lolol...
imaginava-o a chorar, assustado por não ter os pais ao pé...
senti que nos estava a trair..lolol.. eu sei que é demais, exagerado... mas foi isso que eu senti, ok? e não se goza com os sentimentos de uma mãe apanhada de surpresa..OK?
pedi ao Z. para ligar aos primos para ver se estava tudo bem.. e estava, o João estava lá em cima a brincar com o G., um menino de 7/8 anos que devia ter imensos brinquedos novidade para o João... claro...
e pronto, fiquei mais descansada... ainda surpreendida mas mais calma...
o tempo custou a passar mas veio feliz, com um sorriso enorme, a contar que tinha brincado com as motas do G...lool.. perguntei ao G. se o João se tinha portado bem e ele disse que sim mas que tinha desarrumado tudo e ele teve de arrumar...loool
o meu menino está a ficar independente... Glup... ( engulo em seco)...
já deixamos terras de Vasco da Gama e estamos de visita aos avós paternos...
da convivência com a primita B. fica a ideia que nesta idade ainda não valorizam os amigos, gostam mais de brincar cada um para seu lado e o sentimento que predomina é o de posse, a frase mais ouvida de parte a parte foi : " É minha!!!"
mas foi giro, a minha afilhadinha está uma verdadeira princesa... a cara chapada da mãe, quando olho para ela lembro-me da minha prima em pequenina, é impressionante!!!!
O João não reagiu muito bem à mudança nos primeiros dias, eram muitas pessoas novas de uma só vez, ritmos diferentes, sítios diferentes, sentia-se que estava inquieto, inseguro...
Assusta-me um pouco a sua enorme timidez em situações novas... agarra-se a nós e esconde a cara, não quer falar com ningém, refugia-se no nosso colo... claro que ao fim de umas horas, recupera a sua personalidade e aí sai de baixo...lolol.. as pessoas ficam surpreendidas...
penso muitas vezes como reagirá quando for para o infantário, até tenho medo de pensar nisso... ficamos com mais um ano para trabalhar nesse campo e depois logo se verá... mas até tremo só de pensar...
ao fim do segundo dia já estava bem, confiante, ao seu ritmo... ou quase... a excitação das brincadeiras, da praia, põem-no a mil à hora e recusa-se a fazer sesta.. o que dá lugar a birras infindáveis ao final do dia, muito dificeis tanto para ele como para nós...
apesar de ser uma criança não muito dorminhoca, a hora de sesta é fundamental para o seu humor... sem ela ficamos todos tramados...
ontem mais uma vez não dormiu sesta e a partir das 7.30 começou a ficar embirrento e adormeceu a meio de uma colher do jantar... ainda lhe consegui dar um pouquinho de leite e dormiu das 9.00 de ontem às 9.30 de hoje.. estava esgotado!!!

segunda-feira, agosto 13, 2007

Agra
























os primeiros 4 dias de férias serviram para ganhar a calma necessária para gozar os dias de descanso que se seguem...
ar puro , silêncio, paz e calma...
o lento escorrer das horas que nem se nota , o vagar que se ganha à medida que o stress vai saindo de nós...
o reencontro com amigos que, apesar de estarem sempre presentes na nossa vida, não conseguimos gozar como queremos e gostamos, no corre-corre em que andamos constantemente...

sorrisos, gargalhadas, liberdade... a liberdade que um menino de 2 anos não pode ter na cidade, o contacto com a Natureza, com os animais, as plantas, as árvoreres, o silêncio só perturbado pelo cantar das águas puras que nascem mesmo ali, sem cerimónia... com isto, o desabrochar de um tagarela de olhos bem abertos para a vida que o rodeia....está mais comunicativo, aparentemente menos envergonhado e receoso perante o desconhecido... repete tudo aquilo que lhe dizemos e com graça, enche-me o coração... o meu menino está a ficar grande e acho-lhe tanta piada... com as suas exigências e preferências ... e portou-se tão bem, tão bem...

as conquistas de uma bebé que começa agora a comunicar mais, a interagir... os sorrisos, o cheirinho, o morder ávido que deixa antever um dentinho a espreitar...

fizeram-me bem estes dias, acalmaram-me a alma, prepararam-me para o descanso que necessito e que vou gozar ao máximo...

adorei estar convosco, obrigada!!!!

quarta-feira, agosto 08, 2007

Pequena notinha para a dona do blog que neste momento, aparententemente, acabou de fazer as malas para os primeiros 4 dias passados longe do Mundo .

vamos 4 dias mas a avaliar pela bagagem posta já à porta de casa, parece que vamos 4 meses...

até tenho medo da reacção do maridão...

e da do outro elemento masculino do grupo, tendo em conta que na outra casa está outra fada-do-lar empenhada, tal como eu, em certificar-se que nada vai faltar nestes 4 dias em que vamos estar isolados no meio dos montes....

quer-me parecer que 2 carrinhas não vão chegar...

Medo, muito medo....

:P

de férias

cheguei a casa e mimei-me com uma overdose de gelado, assim começaram as minhas férias....

partimos amanhã e regressamos no final do mês...
a todos umas boas boas férias...

até já