Lilypie Second Birthday tickers

Lilypie Second Birthday tickers

segunda-feira, outubro 30, 2006

reportagem JN - 28/10/2006

O QUE OS GÉMEOS PRECISAM E COMO AJUDAR

Gémeos órfãos de mãe e com pai doente inspiram onda solidária

Ricardo Jorge e Pedro Filipe conheceram a luz do dia no passado dia 10 de Setembro. Mas o destino roubou-lhes o direito de se aninharem no colo da mãe e do pai. Carla Barbosa entrou em coma após o parto e morreu sete dias depois. Aureliano Barbosa teve um AVC um mês antes da mulher dar à luz e permanece internado no hospital, parcialmente paralisado.
Os recém-nascidos estão à guarda de um irmão mais velho que, de um dia para o outro, viu a família crescer de três para cinco pessoas.
A triste história de Ricardo e Pedro está a emocionar amigos, vizinhos e até desconhecidos que se uniram numa onda de solidariedade para ajudar os bebés.
A Internet tem sido um instrumento precioso.
Há precisamente um mês e 18 dias, Carla Barbosa entrou no bloco operatório da Maternidade Júlio Dinis, no Porto, para dar à luz os gémeos. Depois de uma cesariana bem sucedida, acordou repentinamente da anestesia geral. Ainda teve tempo de perguntar qual era o sexo de um dos filhos, já que os exames durante a gravidez só garantiam que um deles era menino. Num estado de confusão, levantou-se com um gesto brusco e disse que queria ver o marido (internado no Hospital de S. João). Teve um violento ataque cardíaco, que a deixou sem respirar. Ao fim de longos minutos, os médicos conseguiram reanimá-la, mas não evitaram o coma profundo. Foi transferida para o Hospital de Santo António, onde acabaria por morrer sete dias depois.
"Momentos muito duros""Foi um filme de terror. Passámos momentos muito, muito duros". A memória daqueles dias fatídicos ainda atormenta Márcia Barbosa (27 anos), mulher de Rui Pedro (28 anos), o irmão mais velho dos gémeos, fruto do primeiro casamento do seu pai. Primeiro, foi o acidente vascular cerebral do pai dos bebés. Depois, a cruel notícia da morte da mãe. No meio, o corre-corre entre a Maternidade, o Santo António e o S. João.
O casal, residente em Jovim (Gondomar), que também tem um filho de 20 meses, conta, agora, com mais dois a seu cargo. E, apesar das dificuldades, trata-os como se fossem seus. "No início ainda ponderámos ficar só com um, mas depois de os conhecermos não conseguimos separá-los. Eles, agora, são meus filhos", diz Márcia, carregando certeza na voz. O drama dos primeiros dias começou a atenuar com a onda de solidariedade que lhe bateu à porta.
Tudo começou com a iniciativa de duas conhecidas da mãe dos gémeos. Isabel Novais e Cristina Costa uniram esforços para recolher alimentos, fraldas e todos os acessórios necessários para os bebés.

A Internet foi o meio privilegiado para apelarem à solidariedade. Pouco depois da mãe dos gémeos morrer, Isabel Novais colocou o caso "online", num blogue de crianças. A quantidade de respostas que começou a receber justificou a criação de um novo blogue www.o-blog-dos-gemeos-ricardo-e-pedro.blogspot.com
É ali que está a decorrer desde o passado dia 18 um leilão de peças artesanais doadas, cujas receitas revertem a favor dos bebés. Desde pulseiras, anéis, colares, brincos, a porta-chaves e sacos de tecido, aceita-se de tudo.
Ontem à tarde, o saldo das licitações do segundo leilão somava 263 euros. O blogue serve também para actualizar informações sobre o estado de saúde das crianças, as idas ao pediatra e os acessórios em falta.
Os donativos têm sido muitos e, para os próximos tempos, Márcia não tem que se preocupar com vestuário, fraldas e leite. "Temos tido muita ajuda. Já pedi para nem mandarem mais roupa porque já tenho a suficiente. E deram-nos também fraldas e leite para um ano", explica.
O que, daqui em diante, vai ser mesmo necessário "é dinheiro para fazer face às despesas com os bebés", nomeadamente, pagar a uma ama, depois o infantário e a escola.
"Com o meu filho gasto uma média de 200 euros por mês, agora vão ser 600", contabiliza Márcia, espreitando sobre o berço.
Ali, longe de imaginarem as aflições que iriam causa na família, Ricardo e Pedro descansam ao lado de dois pequenos peluches, também eles iguais.

Desde ontem, que os recém-nascidos, juntamente com o filho de Márcia e Rui Pedro Barbosa, possuem uma conta no BPI. Através do número de identificação bancária (nib), abaixo indicado, os interessados em ajudar poderão fazer depósitos em benefício dos três bebés. O nib é 001000003750926000185.
A onda de solidariedade que se gerou em torno do caso dos gémeos já permitiu a Márcia Barbosa reunir roupa "mais do que suficiente" para os recém-nascidos, pelo menos, nesta primeira fase das suas vidas.
Além do vestuário, estão também garantidas fraldas e leite.
O que, realmente, falta é dinheiro para, por exemplo, pagar a uma ama e, mais tarde, colocar os bebés num infantário.

Na Internet, pode aceder ao blogue dos gémeos através do site www.o-blog-dos-gemeos-ricardo-e-pedro.blogspot.com.
Ali está a decorrer um leilão de peças artesnais, cujas receitas revertem a favor dos bebés.

Sem comentários: